Página Inicial > Roteiro Religioso

Roteiro Religioso

A religião é algo que move milhões de pessoas por todo o mundo. Desde sempre a região do norte de Portugal se caraterizou por uma comunidade extremamente ligada à religião, mais concretamente ao Cristianismo. Por esta razão, estão localizados acima do rio Douro, vários elementos de elevado caráter arquitetónico, ligados à fé cristã. No caso mais concreto de Viana do Castelo, cidade localizada no Alto Minho, a existência de igrejas e santuários é um marco assinalável.

Este roteiro tem a duração aproximada de 1h30min. e deve ser feito a pé ou de bicicleta, de forma a facilitar o acesso a diversos locais, evitando problemas de estacionamento. 

Início do itinerário será na Praça da Liberdade, praça emblemática da cidade de Viana do Castelo. A partir daqui, seguimos pela esquerda, sempre com o Rio Lima ao nosso lado, passando pelo monumental Navio Hospital Gil Eannes. Adiante temos do nosso lado direito, a primeira capela deste roteiro, a capela de Nª Sra. das Candeias. Este pequeno edifício, remonta ao século XVII, é dedicado ao patrono dos alfaiates e apresenta traços manuelinos. Após esta primeira paragem, seguimos pela Avenida João Alves Cerqueira, em direção a uma das mais emblemáticas igrejas de Viana do Castelo. Esta situa-se no Campo da Agonia, um espaço amplo onde se pode disfrutar de toda a grandeza deste monumento: Igreja de Nª Sra. d’Agonia.


Igreja de Nª Srª d'Agonia

Este edifício, datado do século XVIII, reproduz nos sete altares os passos da via-sacra que lhe deu origem, mantendo a torre traseira deslocada do corpo do edifício para não impedir as voltas da romagem. É aqui que, na semana das Festas d’Agonia, acudem milhares de turistas, para assistir à procissão. Após esta visita, seguimos o caminho em direção ao Largo de S. Domingos, local onde está a Igreja de S. Domingos (Igreja Paroquial de Monserrate).


Igreja de S. Domingos

Este monumento, de elevado valor arquitetónico, provém do século XV, tendo origem no convento de Sta. Cruz, fundado pelo Dominicano D. Frei Bartolomeu dos Mártires, o Arcebispo Santo. Terminada a visita a este local, seguimos pela rua Manuel Espregueira, subindo na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, em direção à Praça da República. A partir daqui segue-se pela Rua Sacadura Cabral, uma rua pedonal e comercial que inicialmente é larga e que vai estreitando. Adiante, deparamo-nos com um templo de elevado valor arquitetónico, a Sé Catedral (Igreja Matriz). Este templo, classificado como imóvel de interesse público, data do século XV e apresenta características do românico em transição para o gótico. 


Sé Catedral

Depois desta visita, podemos seguir pela rua de S. Pedro. Antes de seguir pela rua dos Caleiros, observe à sua esquerda a Capela das Malheiras, um dos melhores exemplares da arquitetura rococó portuguesa (século XVIII).


Capela das Malheiras

Seguindo até ao fim da rua dos Caleiros, visualizamos desde logo a Igreja das Almas, primeira Igreja Matriz de Viana, edifício construído no século XIII. Esta denominação deve-se ao facto de ser aqui que eram enterradas as pessoas desde o tempo de D. Afonso III até finais do século XIX.


Igreja das Almas

Concluída aqui a visita, começamo-nos a dirigir em direção ao templo mais carismático da cidade, o Templo Monumento do Sagrado Coração de Jesus, também conhecido por Basílica de Santa Luzia. Para que o turista/visitante tenha uma perceção da beleza da cidade, que agrega 3 elementos naturais (mar, rio e montanha), compilando desta forma uma imagem única no mundo, deve subir o monte de Santa Luzia através do funicular com o mesmo nome. O preço é de 3€ (ida e volta). Quando chegamos ao topo, temos de um lado o majestoso templo,  edifício do século XX, do outro, uma paisagem caracterizada por uma beleza extraordinária. Chegamos ao fim do percurso.


Templo Monumento do Sagrado Coração de Jesus (Santa Luzia)




Ficheiro KML
Para visualizar este ficheiro deverá ter instalado o Google Earth. Para instalar clique aqui