Página Inicial > Notícias > Viana do...Resíduos 2015

Viana do Castelo recebe 9.ª Jornadas Técnicas Internacionais de Resíduos 2015

10 Setembro 2015

Viana do Castelo recebe, entre 14 e 16 de Setembro, no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, a nova edição das Jornadas Técnicas Internacionais de Resíduos, que está associada à 3ª edição da Wastes Solutions Conference: Treatments and Opportunities, numa organização conjunta da Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental (APESB) e do Centro de valorização de Resíduos (CVR) e onde os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo vão apresentar a sua estratégia municipal de gestão de resíduos para o horizonte 2020.

O evento, que junta técnicos, especialistas, pesquisadores e decisores técnico/políticos de relevo destes países e da Europa, contará com a presença de um técnico de renome: Marco Ricci, Chairman do Grupo de Trabalho sobre Tratamentos Biológicos da ISWA, que irá orientar a formação sobre estratégias de recolha seletiva da fração orgânica de resíduos.

No congresso, o Município de Viana do Castelo irá apresentar a sua estratégia para a gestão de resíduos urbanos (RU) para o horizonte 2020 e que passará pela consolidação da aposta na sensibilização dos munícipes para a prevenção da produção de resíduos e para a adesão aos sistemas de reciclagem. Os resíduos urbanos biodegradáveis (RUB) constituirão um foco de especial atenção, considerando que uma percentagem significativa (36,8%) dos resíduos produzidos no Município é biodegradável.

A aposta municipal na recolha em 2020, com a implementação de um projeto de recolha seletiva de biorresíduos alimentares junto dos grandes produtores (restauração, instituições de ensino, IPSS e frutarias) e de resíduos verdes (desde 2014). Atualmente com 115 produtores aderentes, este projeto permitiu, entre 2010 e 2014, desviar de aterro um total de 1600 toneladas de RUB e respetivo encaminhamento para a valorização orgânica, com evidentes benefícios ambientais, sociais e económicos.

Para 2020, em matéria de RUB, o objetivo é aumentar o número de aderentes do setor não-domestico (155 aderentes em 2020) e alargar a recolha seletiva de RUB ao setor doméstico na área urbanos (38.057 habitantes), através da disponibilização de contentores específicos para a deposição desse tipo de resíduos. Na área rural será promovida a compostagem caseira. A estratégia prevê igualmente a consolidação da recolha seletiva trifluxo (papel/cartão, plástico/metal e vidro) através do reforço do número de infraestruturas de depósito seletiva (ecopontos).

De sublinhar que a estratégia municipal está refletida no Plano de ação de Viana do Castelo (PAPERSU 2020), desenvolvido pelos SMSBVC e pela Formato Verde em simultâneo com os PAPERSU dos Municípios acionistas da CIM Alto Minho, de forma a garantir o seu enquadramento e coerência com a estratégia de gestão de RU da região do Minho-Lima e do respetivo sistema de gestão de resíduos urbanos (SGRU Resulima S.A.). No que respeita a gestão de RU, o Município de Viana do Castelo continua empenhado em acompanhar as tendências europeias e nacionais que incentivam a transição para uma economia circular de baixo carbono e de eficiência de recursos, procurando dissociar o crescimento económico do consumo de recursos e da produção de resíduos e promovendo uma sociedade de reciclagem.

Mais informação sobre o evento em http://www.jornadas-residuos2015.org

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo