Página Inicial > Notícias > Viana do...de negócio

Viana do Castelo cria MVC Finicia para apoiar empresas e promover novas ideias de negócio

23 Setembro 2010

finiciaA Câmara Municipal de Viana do Castelo acaba de assinar o protocolo que permite a criação do MVC Finicia, ou seja, de um fundo de apoio financeiro de investimento, graças à adesão do Município ao Eixo III do Programa Finicia. O MVC Finicia tem o prazo de vigência de um ano prorrogável com um capital inicial de quinhentos mil euros e conta com a parceria da Associação Empresarial de Viana do Castelo, do IAPMEI, da Norgarante e da Caixa de Crédito Agrícola.

Esta medida, que segue uma linha de actuação da Autarquia que criou já um Serviço de Apoio ao Investidor e à Viabilização Empresarial e um Gabinete Municipal de Apoio ao Micro-Empresário, tem em conta o apoio à modernização de empresas e promoção de novas ideias de negócio. Para tal, foi efectuada a adesão do Município de Viana do Castelo ao Programa FINICIA – Eixo III (Iniciativas empresariais de interesse regional).

A iniciativa agora protocolada pretende disponibilizar a quem exerce a sua actividade no concelho de Viana do Castelo instrumentos de gestão que permitam uma saudável manutenção e desenvolvimento do tecido empresarial do concelho, através do reforço da sua competitividade e respectiva diferenciação empresarial. Como parceira surge a Associação Empresarial, mas também o IAPMEI, a Norgarante e a Caixa de Crédito Agrícola.

O MVC Finicia destina-se, por isso, a apoiar projectos empresariais desenvolvidos por micro e pequenas empresas do concelho já existentes ou a criar e pretende promover o alargamento da base de acesso ao crédito, proporcionando às empresas recursos essenciais ao desenvolvimento das suas actividades, através de condições de financiamento preferenciais.

Trata-se, por isso, de uma peça para ajudar as empresas da região a criar emprego e melhorar serviços e produtos, assim como a sua modernização. A autarquia coloca assim à disposição das micro e pequenas empresas do concelho um produto financeiro inovador e atractivo para as actividades de industrial, comércio, serviços, turismo, energia, saúde, agricultura e pescas e construção. Dos principais benefícios constam o empréstimo de médio e longo prazo até cem por cento do investimento, um prazo de reembolso alargado de três a seis anos, taxa de juro preferencial, entre outros.

            Por isso, ontem, na assinatura do protocolo, o Presidente da Câmara, José Maria Costa, considerou a iniciativa um “factor de competitividade acrescido e poderá criar pontos de fixação de jovens no concelho”, pelo que aplaudiu a iniciativa do evento.

 

Viana do Castelo, 23 de Setembro de 2010      

                                 Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo