Página Inicial > Notícias > Viana do...elevação a cidade

Viana do Castelo comemorou 164 anos de elevação a cidade

23 Janeiro 2012

01_oliveira_silva_AB31327aViana do Castelo assinalou, na passada sexta-feira, 164 anos sob a elevação a cidade com uma sessão comemorativa onde foram agraciadas 14 figuras e instituições de Viana do Castelo, a quem o Presidente da Câmara apelidou de vianenses que “sonharam e bateram-se por ideais de liberdade e cidadania, muitos concretizaram sonhos nas obras e nos serviços ao seu próximo, muitos promoveram a nossa cultura e a língua portuguesa aqui e na diáspora, muitos com o seu profissionalismo e a sua arte e o seu dinamismo empresarial promoveram ou ainda promovem a cidade”.

O autarca, numa sessão emotiva, lembrou que Viana do Castelo se continua a reinventar “com orgulho no seu urbanismo e a afirmar-se pela sua singular beleza contando com o empenho, o trabalho e a generosidade dos Vianenses e das suas Instituições”, mas também com novos desafios como a Presidência do Eixo Atlântico ou o Centro de Marr.

José Maria Costa lembrou ainda “as concretizações que se produziram ou que vão acontecer durante o corrente ano”: a requalificação da Escola Secundária de Santa Maria Maior, a construção do novo Centro Escolar de Alvarães e o lançamento do projecto de requalificação da Escola EB 2,3 Frei Bartolomeu dos Mártires; a entrada em funcionamento na Praça da Liberdade do novo Tribunal do Trabalho de Família e de Menores e também no mesmo espaço das novas instalações dos Serviços de Finanças; a construção do novo Porto de Pesca, as ampliações das áreas empresariais de Alvarães e Lanheses com o acolhimento de novas empresas e a nova Zona de Actividades Económicas de Darque; a conclusão da construção do Centro Cultural de Viana do Castelo, a requalificação da Sociedade Instrução de Carreço, a nova sede da Associação Desportiva de Subportela e a certificação dos Bordados de Viana; a construção do novo Pavilhão da Meadela, o novo campo de jogos sintético de Lanheses, o Centro de Alto Rendimento de Surf no Cabedelo e a requalificação das 3 Piscinas Municipais com novos sistemas de eficiência energética; a consolidar a sua rede de fibra óptica, a rede de gás natural, e alargamento das redes de abastecimento de água e de saneamento no concelho; as obras de requalificação da envolvente do Forte Santiago da Barra e Campo do Castelo, da Av. Capitão Gaspar de Castro, da Rua Monsenhor Daniel Machado/Rua Loureiro e Adro da Senhora da Agonia.

O Presidente da Câmara realçou ainda o trabalho e as intervenções que estão a ser efectuadas pelas Instituições de Solidariedade Social, a profunda intervenção na conservação da Igreja e Espaços adjacentes pela Misericórdia de Viana do Castelo, a requalificação e ampliação do Lar de Santa Teresa, a ampliação da Casa dos Rapazes, o Centro de Dia da Associação dos Reformados, as novas instalações do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora Fátima, o equipamento do Centro Paroquial de Darque – Creche, Lar e Unidade de Cuidados Continuados, o Lar de Idosos e Creche do Centro Social de Deão, a Creche e Lar do Centro Paroquial e Social de Lanheses, a Creche e o Lar do Centro Social de Carreço, a Creche do Posto Social de Alvarães e a Creche do Centro Social de Perre;

            “Viana do Castelo, fazendo justiça à sua história e passado marinheiro, vai concretizar também a aposta no Mar com a cidade náutica do atlântico”, lembrou ainda, para terminar com a homenagem aos cidadãos e instituições a quem foram entregues os galardões dos títulos honoríficos a personalidades e instituições, nomeadamente Alberto Marques Oliveira e Silva, distinguido postumamente como Cidadão de Honra por se tratar de uma “figura incontornável da vida política nacional, dedicou grande parte da sua vida às causas públicas, à defesa dos valores da liberdade e ao desenvolvimento social, cultural e económico do distrito de Viana do Castelo, servindo sempre com generosidade e dedicação o seu país”.

            A Câmara Municipal agraciou também como Cidadãos de Mérito Manuel Enes Pereira (compositor, interprete, escritor e encenador, tendo escrito “A arte folclórica em Carreço); José Figueiras (etnógrafo, associativista, homem de cultura, tendo assumido  actividades de cidadania em prol da salvaguarda do património e da identidade local); Maria Antonieta Pinho (co-fundadora da Casa dos Rapazes, estando ligada à sua gestão e direcção há 50 anos. Distingue-se pelo seu trabalho de apoio social a crianças e jovens); Maria José Alpuim (professora do ensino básico que se especializou no ensino de crianças inadaptadas, tendo – se dedicado durante mais de 40 anos ao ensino especial); Armando Soares Pereira (ex-presidente da Assembleia Municipal e activo socialmente, tendo pertencido ao comité da UNICEF, aos Corpos gerentes da CNIS, foi presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social e Lar de Santa Teresa); Teresa Veloso de Freitas Sampaio, também conhecida por D. Teresa do Rancho de Carreço; e Manuel João Gomes da Cunha, popularmente conhecido pelo “João Duro”, o artesão dos chinelos bordados.

            Nas instituições de Mérito, a Câmara Municipal atribuiu galardões ao Centro de Bem-Estar Infantil de Alvarães (obra social criada pelas Irmãs Missionárias do Espírito Santo para apoio social e ao apoio à infância); ao Clube de Ténis de Viana do Castelo fundada há 50 anos por um grupo de entusiastas da modalidade tem-se mantido como local de referência para a prática e ensino da modalidade; ao Grupo AVIC nos 70 anos na actividade dos transportes rodoviários; a Fotografia Roriz que completou cem anos de existência; à Association Folklorique des Portugais de Riom fundada há 40 anos e dedicado à divulgação da cultura portuguesa em França, através da dança, dos cantares e dos trajes da região do Alto Minho; e à Associação Cultural “ O Sol De Portugal” fundada em Bordéus há 30 anos, para a divulgação e promoção da língua e cultura portuguesas.

Viana do Castelo, 23 de Janeiro de 2012 

 

                                 Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo 

Viana do Castelo comemorou 164 anos de elevação a cidade

Viana do Castelo assinalou, na passada sexta-feira, 164 anos sob a elevação a cidade com uma sessão comemorativa onde foram agraciadas 14 figuras e instituições de Viana do Castelo, a quem o Presidente da Câmara apelidou de vianenses que “sonharam e bateram-se por ideais de liberdade e cidadania, muitos concretizaram sonhos nas obras e nos serviços ao seu próximo, muitos promoveram a nossa cultura e a língua portuguesa aqui e na diáspora, muitos com o seu profissionalismo e a sua arte e o seu dinamismo empresarial promoveram ou ainda promovem a cidade”.

O autarca, numa sessão emotiva, lembrou que Viana do Castelo se continua a reinventar “com orgulho no seu urbanismo e a afirmar-se pela sua singular beleza contando com o empenho, o trabalho e a generosidade dos Vianenses e das suas Instituições”, mas também com novos desafios como a Presidência do Eixo Atlântico ou o Centro de Marr.

            José Maria Costa lembrou ainda “as concretizações que se produziram ou que vão acontecer durante o corrente ano”: a requalificação da Escola Secundária de Santa Maria Maior, a construção do novo Centro Escolar de Alvarães e o lançamento do projecto de requalificação da Escola EB 2,3 Frei Bartolomeu dos Mártires; a entrada em funcionamento na Praça da Liberdade do novo Tribunal do Trabalho de Família e de Menores e também no mesmo espaço das novas instalações dos Serviços de Finanças; a construção do novo Porto de Pesca, as ampliações das áreas empresariais de Alvarães e Lanheses com o acolhimento de novas empresas e a nova Zona de Actividades Económicas de Darque; a conclusão da construção do Centro Cultural de Viana do Castelo, a requalificação da Sociedade Instrução de Carreço, a nova sede da Associação Desportiva de Subportela e a certificação dos Bordados de Viana; a construção do novo Pavilhão da Meadela, o novo campo de jogos sintético de Lanheses, o Centro de Alto Rendimento de Surf no Cabedelo e a requalificação das 3 Piscinas Municipais com novos sistemas de eficiência energética; a consolidar a sua rede de fibra óptica, a rede de gás natural, e alargamento das redes de abastecimento de água e de saneamento no concelho; as obras de requalificação da envolvente do Forte Santiago da Barra e Campo do Castelo, da Av. Capitão Gaspar de Castro, da Rua Monsenhor Daniel Machado/Rua Loureiro e Adro da Senhora da Agonia.

O Presidente da Câmara realçou ainda o trabalho e as intervenções que estão a ser efectuadas pelas Instituições de Solidariedade Social, a profunda intervenção na conservação da Igreja e Espaços adjacentes pela Misericórdia de Viana do Castelo, a requalificação e ampliação do Lar de Santa Teresa, a ampliação da Casa dos Rapazes, o Centro de Dia da Associação dos Reformados, as novas instalações do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora Fátima, o equipamento do Centro Paroquial de Darque – Creche, Lar e Unidade de Cuidados Continuados, o Lar de Idosos e Creche do Centro Social de Deão, a Creche e Lar do Centro Paroquial e Social de Lanheses, a Creche e o Lar do Centro Social de Carreço, a Creche do Posto Social de Alvarães e a Creche do Centro Social de Perre;

            “Viana do Castelo, fazendo justiça à sua história e passado marinheiro, vai concretizar também a aposta no Mar com a cidade náutica do atlântico”, lembrou ainda, para terminar com a homenagem aos cidadãos e instituições a quem foram entregues os galardões dos títulos honoríficos a personalidades e instituições, nomeadamente Alberto Marques Oliveira e Silva, distinguido postumamente como Cidadão de Honra por se tratar de uma “figura incontornável da vida política nacional, dedicou grande parte da sua vida às causas públicas, à defesa dos valores da liberdade e ao desenvolvimento social, cultural e económico do distrito de Viana do Castelo, servindo sempre com generosidade e dedicação o seu país”.

            A Câmara Municipal agraciou também como Cidadãos de Mérito Manuel Enes Pereira (compositor, interprete, escritor e encenador, tendo escrito “A arte folclórica em Carreço); José Figueiras (etnógrafo, associativista, homem de cultura, tendo assumido  actividades de cidadania em prol da salvaguarda do património e da identidade local); Maria Antonieta Pinho (co-fundadora da Casa dos Rapazes, estando ligada à sua gestão e direcção há 50 anos. Distingue-se pelo seu trabalho de apoio social a crianças e jovens); Maria José Alpuim (professora do ensino básico que se especializou no ensino de crianças inadaptadas, tendo – se dedicado durante mais de 40 anos ao ensino especial); Armando Soares Pereira (ex-presidente da Assembleia Municipal e activo socialmente, tendo pertencido ao comité da UNICEF, aos Corpos gerentes da CNIS, foi presidente da União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social e Lar de Santa Teresa); Teresa Veloso de Freitas Sampaio, também conhecida por D. Teresa do Rancho de Carreço; e Manuel João Gomes da Cunha, popularmente conhecido pelo “João Duro”, o artesão dos chinelos bordados.

            Nas instituições de Mérito, a Câmara Municipal atribuiu galardões ao Centro de Bem-Estar Infantil de Alvarães (obra social criada pelas Irmãs Missionárias do Espírito Santo para apoio social e ao apoio à infância); ao Clube de Ténis de Viana do Castelo fundada há 50 anos por um grupo de entusiastas da modalidade tem-se mantido como local de referência para a prática e ensino da modalidade; ao Grupo AVIC nos 70 anos na actividade dos transportes rodoviários; a Fotografia Roriz que completou cem anos de existência; à Association Folklorique des Portugais de Riom fundada há 40 anos e dedicado à divulgação da cultura portuguesa em França, através da dança, dos cantares e dos trajes da região do Alto Minho; e à Associação Cultural “ O Sol De Portugal” fundada em Bordéus há 30 anos, para a divulgação e promoção da língua e cultura portuguesas.

Viana do Castelo, 23 de Janeiro de 2012