Página Inicial > Notícias > Viana do...Microcrédito

Viana do Castelo assinalou Dia do Microcrédito

19 Dezembro 2011

IMG_6116A Câmara Municipal de Viana do Castelo assinalou o Dia do Microcrédito. O programa incluiu um balanço de 2011 e a apresentação de casos de sucesso, numa altura em que a autarquia já apoiou quatro empresas no âmbito do seu Gabinete de Apoio ao Micro-Empresário.

Para assinalar a data e celebrar o Dia do Microcrédito, no âmbito da celebração do 13º aniversário da Associação Nacional de Direito ao Crédito, foi realizado este evento, vocacionado para os jovens empresários apoiados quer pelo Microcrédito, quer pelo Finicia, projectos em parceria com a ANDC e o IAPMEI, a CCAM, a NORGARANTE e a AEVC.

Durante os trabalhos, foram abordadas temáticas como o trabalho em rede discutidas as oportunidades e constrangimentos do trabalho com micro-empreendedores em Viana do Castelo e em outros territórios. As boas práticas no Microcrédito e uma sessão vocacionada apenas para os jovens empresários apoiados pela autarquia onde foram abordados temas como os desafios para além do financiamento e as expectativas para 2012 foram outros dos assuntos abordados.

Na ocasião, o vereador com o Pelouro do Desenvolvimento Económico, Luís Nobre, aproveitou para prestar o reconhecimento da autarquia às entidades parceiras e apoiados, nomeadamente pela dinâmica incutida e pelas condições criadas para implementação do projecto, bem como no apoio nos processos de licenciamento municipal e acompanhamento.

            Recorde-se que a Câmara Municipal de Viana do Castelo possui um Gabinete Municipal de Apoio ao Micro-Empresário para promover a inserção de pessoas na comunidade e apoiar o empreendedorismo em Viana do Castelo.

O acordo de parceria tem em conta o impacto da situação financeira na economia real dos vianenses mas também a certeza de que a criação de emprego no sector privado é fundamental para a revitalização da economia. Em causa está o estímulo ao empreendedorismo através do acesso ao financiamento que apoia sobretudo desempregados, trabalhadores em regime precário, pessoas sem ocupação, com uma boa ideia de negócio e que necessite de um pequeno financiamento que não ultrapasse os dez mil euros.

 

Viana do Castelo, 16 de Dezembro de 2011 

 

                                 Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo