Página Inicial > Notícias > Viana do...Tolerância

Viana do Castelo assinala Semana da Tolerância

13 Novembro 2015

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai promover a “Semana da Tolerância”, que decorrerá de 14 a 22 de Novembro, com um conjunto de iniciativas, desenvolvidas no âmbito do Plano Municipal para a Integração dos Imigrantes, como mostras gastronómicas ou convívios interculturais. Este é o quarto ano consecutivo em que Viana do Castelo adere à iniciativa da ONU, que consagra o dia 16 de Novembro como o Dia Internacional da Tolerância.

O programa integra vários parceiros, nomeadamente o Centro Local de Apoio à Integração dos Imigrantes, a Cáritas Diocesana de Viana do Castelo, a Escola Secundária de Monserrate, o Instituto de Segurança Social, o grupo de Viana do Castelo da Amnistia Internacional e o Núcleo do Minho da Associação Portuguesa de Sociologia.

De entre as várias iniciativas propostas, destaca-se a “Mostra Gastronómica do Mundo” e um convívio intercultural, que decorrerão no Mercado Municipal, no dia 14 de Novembro, entre as 10h30 e as 12h30 e o debate: “Refugiados: Acolher e cuidar” que terá lugar no dia 20 de Novembro, às 21h30, na Biblioteca Municipal. Neste debate estarão representados o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, o Instituto de Segurança Social e o Grupo de Viana do Castelo da Amnistia Internacional.

A “Semana da Tolerância” termina no dia 22 de Novembro, com o programa Família do Lado, iniciativa que visa promover a criação de novos mecanismos de aproximação de grupos - Comunidades imigrantes e sociedade de acolhimento – enquanto estratégia para a integração na comunidade. Esta iniciativa inclui da realização de um almoço-convívio, onde uma família imigrante ou autóctone acolhe na sua casa uma família que não conhece, constituindo-se pares de famílias. Centrada na hospitalidade entre famílias, a iniciativa assume-se como um ato de acolhimento genuíno por parte de quem deseja receber em sua casa e de quem ambiciona ser acolhido, dando assim início e relações sociais geradoras de pontes entre culturas.

Numa altura em que as atenções se centram na questão das migrações e, sobretudo, na crise dos refugiados que saem dos seus países de origem para fugir a guerras e conflitos políticos, palavras como tolerância, integração e humanismo fazem todo o sentido, havendo que sensibilizar a sociedade civil para a importância do acolhimento e integração desta população nas comunidades de acolhimento.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo