Página Inicial > Notícias > Viana do...Antuérpia

Viana do Castelo apresenta projeto de atração de novos talentos e de captação de investimento em Antuérpia

11 Dezembro 2019

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo foi convidado pela OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico a participar no Fórum de Desenvolvimento Local da OCDE – Ferramentas certas, empregos certos, lugares certos, que decorreu em Antuérpia, no painel que discutiu a relação dos empreendedores de sucesso com a inovação local e a criação de empregos.


Na sua intervenção, José Maria Costa apresentou a estratégia municipal de captação de investimento para o Município, bem como o programa que está a ser preparado para a atração e captação de novos talentos.


Neste momento, segundo o autarca, existe uma preocupação comum das cidades e regiões da União Europeia de captar recursos humanos qualificados para dar resposta a novas realidades de trabalho que se perspetivam para um futuro muito próximo, pelo que Viana do Castelo foi apresentado como um caso paradigmático por estar a desenvolver projetos que envolvem a cooperação de instituições de formação, empresas e também da administração municipal no sentido de se posicionar também como um local de atração de jovens qualificados.


Esta iniciativa vianense foi apresentada como sendo um projeto inovador a ser partilhado com outras cidades e regiões no âmbito das boas práticas da administração local.


O encontro anual do fórum da OCDE reuniu mais de 300 profissionais de desenvolvimento local, empreendedores e inovadores sociais. Os participantes discutiram temas como as ferramentas/habilidades nas empresas que estão a mudar devido à automação e digitalização; como as regiões e cidades podem promover a aprendizagem ao longo da vida e envolver os desempregados; como a inovação social pode ajudar a promover oportunidades de desenvolvimento local e a criação de mercados de trabalho sustentáveis.


A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico conta com 35 países membros que estão empenhados em promover a democracia e a economia de mercado que, no quadro das suas valências, apoiam os Governos no exercício de comparabilidade de experiências, boas práticas e de coordenação das suas políticas, bem como numa procura de respostas e soluções para problemas comuns.


Com base na análise e comparação de dados recolhidos, a OCDE pretende identificar tendências para o futuro, contribuindo para a definição de políticas dos Governos e promovendo uma maior inclusão social e prosperidade dos países membros.