Página Inicial > Notícias > Turma de...financeira

Turma de Viana do Castelo destaca-se em concurso de educação financeira

29 Junho 2022

O Concurso Final do projeto “No Poupar está o Ganho” premiou uma turma de Viana do Castelo a nível nacional, tendo o 4.º A da Escola Básica de Monserrate recebido uma Menção Honrosa pela Relevância do seu trabalho. Esta turma alcançou ainda uma outra Menção Honrosa no Prémio Especial Seguros e o título de vencedora municipal.


Recorde-se que o Concurso Final da 12.ª edição do “No Poupar Está o Ganho” foi aberto aos quase 14 mil alunos que integram o projeto e que, em turma, puderam apresentar trabalhos com temáticas ligadas à literacia financeira, como a poupança, os seguros ou a economia circular. O júri do Concurso selecionou uma turma de Viana do Castelo para a atribuição de uma Menção Honrosa de Relevância e do título de vencedora municipal.


“A Filosofia da Poupança – O Seguro Morreu de Velho”, uma representação feita pelos alunos, foi o projeto que valeu ao 4.º A da Escola Básica de Monserrate a distinção enquanto melhor trabalho do 1.º ciclo apresentado pelas turmas do município vianense. Também a Associação Portuguesa de Seguradores premiou esta turma com uma Menção Honrosa no Prémio Especial Seguros, pela abordagem criativa a esta temática.


Os vencedores do Concurso Final foram anunciados numa emissão online, depois de todos os trabalhos terem sido avaliados por um júri constituído por elementos da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, que implementa o “No Poupar Está o Ganho”, do Banco de Portugal, da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares do Norte, da Faculdade de Economia da Universidade do Porto e da Associação Portuguesa de Seguradores. 


O Concurso Final assinala, para o “No Poupar Está o Ganho”, o término do ano letivo, durante o qual este projeto foi implementado, em Viana do Castelo, através de uma parceria com a Comunidade Intermunicipal do Alto Minho. Os conteúdos e atividades propostos pelo projeto levaram os alunos a adquirir conhecimentos e competências na área da literacia financeira, contribuindo para a sua formação enquanto futuros consumidores mais informados e responsáveis.