Página Inicial > Notícias > Turismo crescente...cinco anos

Turismo crescente gera aumento de quase 80% nas dormidas em Viana do Castelo nos últimos cinco anos

16 Janeiro 2019

Viana do Castelo registou um aumento de 79,93% nas dormidas na hotelaria, alojamento local, turismo no espaço rural e turismo de habitação nos últimos cinco anos. O turismo crescente proporcionou um aumento para 223.866 dormidas no ano de 2017, face às 124.412 dormidas registadas no ano de 2013. Esta subida é ainda mais significativa face à variação, no mesmo período de cinco anos, a nível nacional, que foi de 45,60% a nível nacional, face aos 70,74% registados na região Norte.


Os números do turismo foram apresentados, ontem, pelo Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, durante um encontro com jornalistas. O autarca indicou que Viana do Castelo é o sexto de 86 municípios do Norte com maior número de dormidas, hóspedes e proveitos.


Quanto à origem dos turistas que escolheram a capital do Alto Minho em 2017, em primeiro estão os portugueses num total 106.070, seguidos dos espanhóis, que foram 34.695, os alemães somaram 15.706 dormidas, os franceses proporcionaram 14.817 estadias, os ingleses 8.555, entre outras nacionalidades.


Também no que diz respeito a pedidos de registo para alojamento local o concelho vianense tem vindo a crescer, passando de 3, em 2013, para 94, em 2018.


Este acréscimo no turismo pode ser justificado pelo facto de Viana do Castelo ser o concelho eleito para cada vez mais congressos e eventos desportivos. Em termos de eventos desportivos, em 2018 o concelho recebeu 20 eventos regionais, 13 nacionais e 29 internacionais, num total de 62. Na agenda de 2019 estão já marcados 14 eventos regionais, 7 nacionais e 21 internacionais, num total de 42. Também o número de congressos é assinalável, com a cidade a receber 22 congressos entre 2017 e 2018, tendo já 12 congressos previstos para 2019.


O turismo crescente tem também gerado um elevado aumento no número de passageiros do Funicular de Santa Luzia, que une a cidade ao topo do monte com o mesmo nome. Entre 2013 e 2018, o crescimento foi de 153%, com o ano passado a atingir um total de 180.851 passageiros.


Também o Navio Museu Gil Eannes tem visto o número de visitantes aumentar, com um crescimento de 623% entre 2014 e 2018. Se, em 2014, foram registados 12.565 visitantes no navio museu, em 2018 foram 90.835 os passageiros registados.