Página Inicial > Notícias > SMSBVC investem...resíduos urbanos

SMSBVC investem 405 mil euros em equipamentos para recolha e valorização de resíduos urbanos

21 Janeiro 2019

Os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) investiram mais de 405 mil euros em equipamentos para prestação de serviços indispensáveis da divisão de recolha e valorização de resíduos urbanos.


Assim, os Serviços Municipalizados adquiriram uma viatura pesada de mercadorias (ampliroll), num valor superior a 40 mil euros, uma viatura pesada de mercadorias com grua e pinças, por quase 68 mil euros, uma viatura elétrica com monda térmica, por mais de 57 mil euros, uma viatura elétrica de passageiros, por 24 mil euros, e ainda uma viatura pesada de recolha por carga lateral, por 216 mil euros.


Recorde-se que os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo investiram mais de 18 milhões de euros em abastecimento de água, águas residuais e em resíduos sólidos urbanos. O investimento abrange o período entre 2013 e 2018, sendo que, só no ano passado, foram aplicados mais de 2.7 milhões de euros nestas áreas.


Assim, no que toca a investimentos no abastecimento de água, os SMSBVC têm apostado em diversas áreas do concelho, com o objetivo de atingir o pleno no que toca à distribuição de água. Em 2018, foram efetuados investimentos em várias freguesias do concelho, sendo que ao todo, foram mais de cinco milhões de euros ao longo dos últimos cinco anos.


Já no que toca às águas residuais, o valor global sobe para mais de 11 milhões de euros nos últimos anos, sendo que estão atualmente a ser feitos investimentos em Carreço, Vila Nova de Anha, S. Romão de Neiva, Mazarefes, Vila Fria e Castelo do Neiva, Lanheses, Serreleis e Mujães. Relativamente aos resíduos sólidos urbanos, o investimento global ronda os três milhões de euros.


Nos próximos anos, fruto da nova Entidade Gestora das Águas - Águas do Alto Minho, o concelho vai receber um programa de intervenções fortíssimo, num montante global de aproximadamente 4 milhões de euros no alargamento das redes de água (Nogueira, Deocriste/Deão, Portela de Susã, Castelo do Neiva e Barroselas/Mujães) e de saneamento (Serreleis, Cardielos, S. Salvador da Torre, Vila Mou, Mujães, Vila de Punhe, Barroselas / Mujães, Castelo do Neiva, Mazarefes/2ª Fase) do concelho, aumentando as atuais taxas de cobertura.


A política de resíduos urbanos continuará a aposta na redução da deposição de biodegradáveis em aterro bem como nos projetos de compostagem. Estas intervenções serão concertadas com os investimentos nos SMSBVC e com a Resulima.