Página Inicial > Notícias > Retoma do...do Castelo

Retoma do funcionamento do comboio “Celta” é boa notícia para o turismo e setor empresarial de Viana do Castelo

14 Agosto 2020

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo acredita que a retoma do funcionamento do comboio Celta, que faz a ligação entre o Porto e Vigo, é uma boa notícia para o turismo e para o setor empresarial local. O Celta volta a funcionar este domingo, embora com redução no número de viagens, depois de estar com o serviço suspenso durante cinco meses devido ao fecho da fronteira.


O comboio Porto-Vigo volta a 16 de agosto com metade das viagens, fazendo apenas as ligações que saem de manhã. No sentido Porto-Vigo, o Celta número 421 vai partir de Porto-Campanhã às 8h13 e chegar a Vigo pelas 11h35 (hora espanhola); na direção oposta, o Celta número 420 vai sair de Vigo às 8h58 (hora espanhola) e chegar a Porto-Campanhã pelas 10h20.


José Maria Costa explica que “esta ligação do comboio Celta é fundamental para toda a dinâmica do Norte de Portugal e da Galiza”, pelo que a retoma do serviço “é um bom princípio”, esperando que os horários possam voltar à normalidade nos próximos meses. “Esta é uma boa notícia e espero que a ligação tenha uma boa adesão”, reforça.


O edil considera que esta ligação ferroviária internacional é crucial para a região em termos turísticos e empresariais: “Era uma necessidade. Precisávamos de um comboio mais moderno, com melhores condições para os passageiros e com um tempo de viagem mais curto, mais adaptado ao século XXI, para nos dar garantias de uma boa ligação entre o Norte de Portugal e a Galiza”, destacando a importância que os vizinhos galegos têm em termos de exportações para o norte do país.


“Se a Galiza fosse um país, era o oitavo país no que toca ao destino das nossas exportações, é para lá que grande parte das nossas empresas do setor automóvel está a produzir peças e componentes”, frisa o autarca.


“Também temos, com a vizinha Galiza, uma grande atividade turística promovida de parte a parte. Para o ano teremos o Ano Jacobeu, o ano santo dos galegos, pelo que em termos turísticos este comboio certamente terá uma importância acrescida”, reforçou.


Esta é a primeira ligação ferroviária internacional retomada pela CP desde 17 de março. A CP - Comboios de Portugal e a congénere espanhola Renfe, que exploram este serviço, acordaram a retoma do serviço nestes moldes para ver como reage o mercado, decidindo depois completar a oferta se a procura o justificar.


O Celta, recorde-se, nasceu em 2013 de um processo de ativação da ligação ferroviária entre o Porto e Vigo despoletado dois anos antes por iniciativa do autarca de Viana do Castelo e, simultaneamente, Presidente do Eixo Atlântico quando a CP queria encerrar este serviço de passageiros. Desde essa altura, foram levadas a cabo diversas diligências com o objetivo de sensibilizar os dois Governos não só para a necessidade de manutenção da ligação como também da importância da sua modernização, eficácia e rapidez. A estas iniciativas juntaram-se associações empresariais da Galiza e Norte de Portugal, associações de utentes bem como dos municípios do norte de Portugal e da Galiza.