Página Inicial > Notícias > "Tinteiros...Arqueologia

"Tinteiros na Antiga Arte da Escrita" no Museu de Arte e Arqueologia

19 Março 2010

O Museu de Arte e Arqueologia de Viana do Castelo inaugura hoje a exposição “Tinteiros na antiga arte da escrita”. A mostra, cuja inauguração está agendada para as 18h00, pretende valorizar e dar a conhecer o espólio do Museu de Arte e Arqueologia, nomeadamente a valiosa colecção de peças em faiança que integra o núcleo cerâmico do Museu com um importante conjunto de tinteiros desde a segunda metade do século XVIII.

Muitos dos objectos expostos são feitos em diferentes materiais com prata, faiança, porcelana, latão, cristal, estanho, cobre, madeira, bronze, sendo por isso consideradas verdadeiras obras de arte. A exposição faz ressurgir a sua função e importância secular na transmissão dos conhecimentos e dos saberes como ferramentas basilares da História da Escrita.

Esta exposição mostra um conjunto de objectos utilizados para escrever até à invenção da caneta de tinta permanente e da esferográfica. De facto, a esferográfica permite uma escrita com um fluxo de tinta contínuo, devido ao depósito incorporado, que usa uma tinta de secagem rápida, de fácil manuseamento e grande durabilidade. Até meados do século XX, a situação era muito diferente. O instrumento, com que se escrevia (originalmente pena de ave), era independente do depósito de tinta (tinteiro). Esta, por demorar a secar, exigia o uso de pós secantes, colocados no areeiro.

Por outro lado, a exposição tem uma importante componente pedagógica já que vai ter um conjunto de actividades de Serviços Educativos que permitem aos participantes experimentar escrever com as antigas penas.

Viana do Castelo, 19 de Março de 2010

 

Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo