Página Inicial > Notícias > Protocolo...domiciliários

Protocolo entre Município e ULSAM disponibiliza três viaturas para prestação de cuidados de saúde domiciliários

11 Novembro 2020

Através de um protocolo entre a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) foram disponibilizadas três viaturas para a prestação de cuidados de saúde domiciliários, no âmbito do projeto “Saúde Mais Próxima”. Os veículos foram ontem entregues e estão já disponíveis para apoiarem a população.


Assim, o Município e a ULSAM estabeleceram protocolo para a cedência temporária de viaturas para a realização de cuidados domiciliários nos Centros de Saúde onde se efetuou a reabertura de extensões de saúde, nomeadamente Centro de Saúde de Viana (Extensão de Lanheses) e Centro de Saúde de Darque (Extensão de Saúde de Castelo do Neiva, Chafé, Vila Franca e Moreira de Geraz).


O protocolo considera que os cuidados de saúde primários são a base do sistema de saúde português e o melhor caminho para atingir a meta da cobertura universal em saúde, sendo que dotar o território de infraestruturas que se adequem à realidade de cada região assume-se cada vez mais como algo basilar e de suma importância para os municípios, garantindo o acesso a cuidados de saúde cada vez mais humanizados, eficientes e de qualidade.


Constituem atribuições dos Municípios a promoção e salvaguarda dos interesses das respetivas populações, nomeadamente no domínio da saúde. Foi reconhecido o interesse municipal na abertura das diversas extensões de saúde, pela importância que estas infraestruturas têm na prestação de cuidados de saúde de proximidade, pelo fato de a abertura das mesmas permitir aumentar o número de infraestruturas que assegurem a prestação de cuidados de saúde.


A abertura das extensões de saúde impele para uma necessária disponibilidade de viaturas para o restabelecimento de atividade domiciliária, que atualmente a ULSAM não consegue assegurar tendo em consideração o estado pandémico que o país atravessa e ao qual o Município vianense não é alheio.