Página Inicial > Notícias > Projeto da...da Saúde

Projeto da Unidade de Saúde Familiar da Meadela apresentado ao Secretário de Estado da Saúde

20 Dezembro 2021

       O Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, visitou na sexta-feira o Hospital de Santa Luzia da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM). Durante a visita, foi apresentado ao governante o projeto da Unidade de Saúde Familiar da Meadela, empreitada que corresponde a mais um passo na consolidação da rede de cuidados do concelho de Viana do Castelo, de acordo com o Presidente da Câmara.

         Luís Nobre indica que, apesar de contar com financiamento garantido através de uma candidatura aprovada ao Norte 2020, a empreitada exigiu um esforço financeiro de 1 milhão de euros do Município, a que acresce um investimento de 265 mil euros na aquisição do terreno.

Recorde-se que a candidatura aprovada foi apresentada ao Norte 2020 pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, entidade adjudicante que garantiu o financiamento da componente nacional, coordenando também toda a empreitada de execução da nova Unidade de Cuidados de Saúde Primário para depois ser entregue à ULSAM.

Em setembro passado, o executivo municipal aprovou a adjudicação da empreitada de construção da Unidade de Cuidados Primários – USF da Meadela por mais de 2,2 milhões de euros, numa obra com prazo de execução de 360 dias.

O novo equipamento de saúde irá contar com 14 gabinetes de consulta médica, 10 gabinetes de enfermagem ou de consulta de enfermagem, 4 consultórios, uma sala de amamentação, uma sala de espera materno-infantil e fraldário, dois gabinetes multifunções, bem como salas de tratamento, salas de espera, arquivo, salas de reuniões e de pessoal, casas-de-banho, vestiários e zonas de manutenção técnica.

Segundo o projeto, o terreno onde será implementado a USF da Meadela apresenta uma área aproximada de 4.000 metros quadrados e um declive ligeiro de aproximadamente 4 metros entre a via de acesso e o ponto mais alto do terreno. O projeto “teve como inspiração a morfologia e caraterísticas do local, nomeadamente o declive da altura de um piso entre o ponto mais alto e o ponto do mais do terreno e, ainda, da intenção de minimizar a diferença de alturas entre os edifícios vizinhos e altura do programa funcional”.

Os acabamentos e aspeto final “tiveram inspiração na história do concelho de Viana do Castelo e da sua produção de tijolos cerâmicos. Este material, para além de resistente, económico e de baixa manutenção, permite oferecer ao exterior uma imagem rica, trabalhada e com uma linguagem uniforme”, pelo que todo o edifício é revestido a tijolo cerâmico preto.

Este projeto resulta de uma parceria efetuada através de um protocolo de colaboração estabelecido entre o Município de Viana do Castelo, a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) e a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte).