Página Inicial > Notícias > Primeiro...Cultura em 2027

Primeiro Fórum de Apresentação da Candidatura de Viana do Castelo “Viana, um Mar de Cultura” a Cidade Europeia da Cultura em 2027

13 Agosto 2021

Diversas associações, grupos e instituições ligadas à cultura, ao ensino e à sociedade civil de Viana do Castelo reuniram ontem na Sala Couto Viana para aquela que foi o primeiro passo da candidatura de Viana do Castelo a Capital Europeia da Cultura em 2027, que tem como tema “Viana, um Mar de Cultura”. Na sessão, foram apresentados os eixos da candidatura pelo Comissário da Candidatura, o prestigiado professor catedrático Gonçalo Vasconcelos e Sousa, e ainda os nomes que compõem a Comissão Executiva: Joaquim José Escaleira, Mário Barroca, Rosa Maria dos Santos Mota e Valter Hugo Mãe.


A reunião permitiu apresentar o Comissário da Candidatura, o Prof. Doutor Gonçalo Vasconcelos e Sousa, da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa e investigador na área do Património, académico da Academia Portuguesa de História e da Academia Nacional de Belas-Artes, entre outros. Na sua intervenção, o Comissário abordou o trabalho efetuado até ao momento, nomeadamente na identificação do património existente, no levantamento de iniciativas e organização e dos projetos culturais do Município de Viana do Castelo, assim como um inventário/levantamento dos equipamentos existentes que poderão ser refuncionalizados e ainda de equipamentos a construir.


Foi igualmente feito um levantamento das parcerias nacionais e internacionais de Viana do Castelo no âmbito das redes de cidades e projetos ou iniciativas culturais e identificados também os principais ativos do património cultural material e imaterial de Viana do Castelo. Através deste trabalho, já efetuado, foram encontrados três eixos que irão estruturar o trabalho da Candidatura, designadamente o Mar; Identidade (etnografia, bordado, traje, ouro); Letras, Artes, Artistas e Ofícios.


Para além do Comissário, foi ainda apresentada a Comissão Executiva, composta por Joaquim José Escaleira, professor doutor do IPVC; Mário Barroca, professor catedrático da Facultade de Letras da Universidade do Porto; Rosa Maria dos Santos Mota, doutora em Estudos do Património pela Escola de Artes da Universidade Católica Portuguesa e especialista em ouro popular do Norte; e Valter Hugo Mãe, escritor de renome e comissário de diversas iniciativas culturais.


Depois de uma primeira auscultação feita nesta reunião, irá agora proceder-se, até 15 de outubro, à segunda fase de trabalhos, que incluirá um programa cultural entre 2022 e 2027, a identificação de projetos de novos equipamentos culturais a construir ou a refuncionalizar, a identificação de conteúdos culturais e dos programas culturais a desenvolver no âmbito da preparação de exposições, concertos, performances, etc. que integrarão a programação da Capital Europeia da Cultura.


Esta candidatura terá também uma forte componente ligada ao ensino e formação profissional, procurando reforçar a ligação entre a educação e a cultura como fórum de sensibilização das gerações mais novas para o património e para a promoção de hábitos culturais.