Página Inicial > Notícias > Presidente...do Castelo

Presidente da Câmara pediu audiência com carácter de urgência ao Ministro da Solidariedade e da Segurança Social e mobilização dos deputados eleitos por Viana do Castelo

24 Junho 2015

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo pediu, na sequência de uma reunião com o Presidente da APPACDM de Viana do Castelo sobre o encerramento do centro de atividades ocupacionais do Cabedelo, uma reunião com caráter de urgência ao ministro da tutela e apelou à mobilização de todos os deputados eleitos pelo círculo de Viana do Castelo.

Ontem, no final de uma reunião onde tomou conhecimento da situação desta instituição no que toca à decisão da Segurança Social em cessar o acordo existente e o consequente encerramento do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) do Cabedelo, no final do mês por falta de garantia de financiamento por parte da Segurança Social, o autarca pediu, com caráter de urgência, uma audiência a Pedro Mota Soares para análise da situação e para que “as populações continuem a ter resposta na área da deficiência, através da resposta social da APPACDM, absolutamente fundamental, no concelho de Viana do Castelo”.

Na missiva, o autarca lembra que esta valência funciona há dez meses com recursos próprios da APPACDM e que os 14 utentes, provenientes de famílias carenciadas, não têm alternativa de acompanhamento em todo o distrito de Viana do Castelo, pelo que considerou “urgente a existência de um protocolo com a Segurança Social para financiamento desta valência, essencial no concelho para apoio ao cidadão deficiente”.

Por se tratar de um problema que afeta todo o distrito, o autarca apelou, em conferência de imprensa no final da reunião, à mobilização dos deputados eleitos por Viana do Castelo para que “a reposta se mantenha”, evitando um “encerramento unilateral” e para que se encontre “uma solução conjunta para que a APPACDM continue a prestar este serviço”.


Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo