Página Inicial > Notícias > Praça da...encerramento dos ENVC

Praça da República cheia para contestar encerramento dos ENVC

09 Dezembro 2013

Cerca de três mil pessoas encheram a Praça da República no passado sábado para a iniciativa da Câmara Municipal “A construção naval não pode morrer”. Para além de muitos populares e trabalhadores dos ENVC, marcaram presença personalidades e individualidades de vários quadrantes da sociedade portuguesa como Mário Soares, Marisa Matias ou Ana Gomes e associações locais, regionais e nacionais, que assim prestaram solidariedade e pediram a suspensão do processo de subconcessão.

A iniciativa da Câmara Municipal de Viana do Castelo, que contou com a presença e apoio dos trabalhadores dos ENVC, começou pelas 16h00 e recolheu apoios e mobilização de várias esferas da sociedade, prolongando-se noite dentro com atuações de mais de trinta associações locais de índole social, cultural e desportivo e intervenções de individualidades de vários quadrantes, nomeadamente do ex-presidente da República, Mário Soares, das eurodeputadas Marisa Matias e Ana Gomes, os atletas e campeões Manuela Machado e Rui Sousa.

Marcaram também presença de deputados como Carla Cruz do PCP e Gabriela Canavilhas e Jorge Fão do PS, membros dos órgãos nacionais e distritais do PS e ainda fortes delegações sindicais da UGT e da CGTP-IN, assim como os representantes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e da Associação Empresarial de Viana do Castelo. A Comissão de Trabalhadores dos ENVC e o Presidente da Câmara, assim como representantes da Assembleia Municipal, das quarenta freguesias do concelho e de clubes e associações locais, prestaram homenagem aos trabalhadores.

Em uníssono, todos pediram a suspensão do processo de subconcessão dos ENVC, anunciado pelo ministério da Defesa, o que implicará o despedimento coletivo de todos os trabalhadores da empresa vianenses.

No seu discurso, o presidente da Câmara insistiu na avocação do processo pelo Primeiro-Ministro, tendo o ex-Presidente da República Mário Soares contestado o processo e dado apoio incondicional à luta de Viana do Castelo e dos trabalhadores dos ENVC.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo