Página Inicial > Notícias > Parque Ecológico...Paisagista

Parque Ecológico Urbano galardoado com Prémio Nacional de Arquitectura Paisagista

23 Junho 2009
 

O prémio, atribuído pela Associação Portuguesa de Arquitectos Paisagistas e pelo Jornal Arquitecturas, desafia os arquitectos a apresentarem as suas melhores obras realizadas nos últimos cinco anos, sendo o júri composto pelos arquitectos paisagistas João Nunes, Margarida Cancela Abreu e pelos arquitectos João Pedro Costa e Miguel Velho da Palma.


 Em 2009, o galardão foi atribuído ao Parque Ecológico Urbano de Viana do Castelo, da autoria da Arquitecta Paisagista Ana Baroco. O Prémio vai agora ser entregue na Póvoa de Lanhoso, onde decorre o sexto Congresso Ibero-Americano de Parques e Jardins Públicos, que junta centenas de especialistas para debater a preocupação com o meio ambiente e a necessidade de encontrar o melhor modelo de desenvolvimento sustentado e, simultaneamente, ter oportunidade para discutir a implementação de novas políticas e novos projectos.


O Parque Ecológico Urbano

Localizado junto a uma das principais entradas da cidade e sendo parte integrante da Zona Húmida do Estuário do Lima, o Parque Ecológico foi alvo de um projecto de 2004 no âmbito do Programa Polis de Viana do Castelo. Inaugurado em 2008 com uma Caminhada Saudável, o espaço é sobretudo um espaço verde mas com características diferentes, sendo vedado para potenciar e valorizar as particulares naturais do local.

            O projecto de Ana Baroco tem, aliás, como objectivo dar resposta a um conjunto de utentes, desde os que procuram o espaço para convívio com a natureza, até aos que pretendem actividades de educação ambiental ou mesmo os que o utilizam pelos seus diferentes espaços e equipamentos como a observação de aves, o espaço de leitura, o espaço de aventuras, as hortas, a zona de jogging, etc.

Situado numa área de aproximadamente 23 hectares na zona das Azenhas D. Prior, este espaço permite visitas guiadas para protecção das plantações e da avi-fauna e, para os utilizadores frequentes, foi criado um Cartão do Amigo do Parque.

 O Parque Ecológico Urbano, um projecto orçado em cerca de dois milhões de euros, foi concebido para protecção e valorização daquele espaço natural e integra o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA), que proporciona o indispensável enquadramento técnico e logístico das actividades a desenvolver no Parque.


O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental

O CMIA foi inaugurado a 20 de Junho de 2007 e, desde então, foi visitado por mais de dezoito mil pessoas de diversas faixas etárias que participaram nas actividades do CMIA, e ainda as mais de oitocentas mil visitas ao site do centro.

O CMIA de Viana do Castelo é uma das obras marcantes da intervenção do Programa Polis. Foi recuperado um valioso património natural e edificado - Azenhas de D. Prior (moinho que funcionava com a força da maré), deixado ao abandonado na década de 30 do séc. XX e profundamente degradado. A sua reabilitação, da autoria do jovem arquitecto Jorge Cavaleiro, permitiu criar um espaço aberto ao púbico em geral com uma oferta de actividades variada e para diversas faixas etárias, possibilitando assim a fruição de valores culturais, de património natural e construído, bem como aprender a observar a natureza e adquirir boas práticas ambientais.

           

            Viana do Castelo, 23 de Junho de 2009


Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo