Página Inicial > Notícias > Padarias...dos reclusos

Padarias do Voluntariado Empresarial de Viana vão fazer bolo rei para Ceia de Natal dos reclusos

17 Dezembro 2018

As pastelarias aderentes ao projeto Voluntariado Empresarial da Câmara Municipal de Viana do Castelo - Ameadella Pastelarias, Confeitarias Sta. Luzia, Dona Farinha Cake Design, União Doce Pastelaria e Pastelaria Cidade Nova – vão oferecer os bolos reis da Ceia de Natal dos reclusos do Estabelecimento Prisional de Viana do Castelo.


A iniciativa surge através do projeto “Voluntariado Empresarial” no qual o tecido empresarial de Viana do Castelo tem uma grande responsabilidade social. De lembrar que a edição 2018/2019 conta com 43 empresas do concelho, que estão a apoiar 8 instituições de crianças e jovens em risco e de apoio a pessoas com deficiência.


Concebido pelo município de Viana do Castelo sob o lema “Quem ama cuida”, o projeto de Voluntariado Empresarial pretende ser um instrumento facilitador do exercício da responsabilidade social das empresas do concelho de Viana do Castelo. O projeto, lançado em 2012, visa suprir as necessidades de instituições do concelho com os serviços prestados voluntariamente por empresas e tem vindo a crescer em número desde o seu lançamento.


As instituições apoiadas vão ser o Berço - Centro de Acolhimento Temporário de Bebés e Crianças em Risco, a Casa dos Rapazes, Lar de Santa Teresa, ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, Íris Inclusiva, AMA – Associação de Amigos do Autismo, APCVC - Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo e APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental.


O Voluntariado Empresarial pretende ser um espaço de aproximação entre competências das empresas e as necessidades das instituições particulares de solidariedade social e associações do concelho onde foram detetadas diversas necessidades que vão do simples bolo de aniversário para as crianças institucionalizadas, passando pelo corte de cabelo, até à manutenção de viaturas ou de equipamento informático.


Assim, assinaram protocolos empresas ligadas ao design e à informática, pastelarias, empresas para manutenção de frota automóvel, ginásios, centros de estudo, cabeleireiros, clínicas de medicina dentária, ginásios e centros de dança, oftalmologistas, espaços de animação infantil, órgãos de comunicação social, entre outros.


Ao favorecer a convergência entre o setor público, privado e solidário, o Município de Viana do Castelo visa obter um território coeso, inclusivo e saudável. Esta iniciativa permite também melhorar o conhecimento das instituições sociais e facilita outras formas de colaboração solidária.