Página Inicial > Notícias > Mini-autocarros...atividade

Mini-autocarros elétricos transportaram quase meio milhão de passageiros em 13 anos de atividade

06 Agosto 2018

Os mini-autocarros elétricos de Viana do Castelo transportaram quase meio milhão de passageiros em 13 anos de serviço. Desde setembro de 2005 e até 31 de julho de 2018, foram asseguradas viagens a 446.084 passageiros. Nos primeiros sete meses deste ano, entre janeiro e julho, os mini-autocarros já transportaram quase 22 mil pessoas, tendo atingido 3.439 viagens no mês passado.


No ano de 2017 foram 37.665 passageiros e este ano já são 21.748 viagens. Recorde-se que os dois veículos, amigos do ambiente, fazem viagens no centro histórico da cidade. Os autocarros, depois de terem sido testados em várias cidades portuguesas, foram oferecidos à Câmara Municipal de Viana do Castelo pela Associação de Veículos Automóveis Elétricos.


O autocarro elétrico está em funcionamento no centro histórico desde 2004, altura em que efetuou a sua primeira viagem de demonstração. A opção da autarquia por este tipo de transporte fica a dever-se ao facto de se tratar de um meio amigo do ambiente urbano, de ser o mais adequado a uma utilização nos centros urbanos e ainda pela sua fiabilidade e baixo custo de exploração.


Cada autocarro tem 5.3 metros de comprimento e 2.07 de largura, transportando 22 passageiros, oito dos quais sentados. Tem instalação para segurar uma cadeira de rodas e atinge uma velocidade de 33 quilómetros por hora.


O Caramuru e o Himalaia são os dois autocarros pintados com as cores de Viana do Castelo, amarelo e preto, funcionando de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 13h00 e das 14h00 às 18h30.


Em 2010, o autocarros duplicaram o seu circuito, numa nova lógica de mobilidade e de oferta de serviços de transportes da Câmara Municipal, passando pelas principais artérias da cidade, partindo do Hospital de Santa Luzia e fazendo ligação aos extremos da cidade, entre a Avenida e Campo d’Agonia e a área das escolas e do mercado, passando pela Praça da Galiza, para, de forma rápida, chegar a área de serviços situados fora do centro histórico de Viana do Castelo como a EDP, os Serviços de Segurança Social, o Mercado Municipal e o cemitério municipal.


Este circuito dos autocarros elétricos facilita também a mobilidade dos idosos dentro da cidade, tornando-se numa alternativa ambientalmente mais vantajosa mas também de maior proximidade, tendo simultaneamente caráter de lazer e utilitário.