Página Inicial > Notícias > Livro e roteiro...do Castelo

Livro e roteiro “Lojas Memória” prestam homenagem ao comércio que confere “beleza, cor e sal” a Viana do Castelo

16 Julho 2021

Foram publicamente apresentados o livro e o roteiro dedicado às “Lojas Memória” do concelho, numa iniciativa da Câmara Municipal de Viana do Castelo. As publicações prestam, assim, homenagem a um conjunto de lojas e negócios vianenses que se destacam pela sua longevidade ou singularidade e pelo reconhecido valor que têm e pela forma como contribuem para a identidade do Município e qualidade da paisagem social e económica de Viana do Castelo.


O Presidente da Câmara Municipal, José Maria Costa, referiu que este roteiro, que desafia vianenses e visitantes a conhecerem as Lojas Memória do concelho, é um sinal do “amor e gratidão” de Viana do Castelo pelo seu comércio. “Se dizemos que os centros históricos são o centro da cidade, podemos garantir que o comércio é parte importante dessa alma”, declarou.


O edil realçou que a iniciativa Lojas Memória visa “a diferenciação do que nos distingue, do que é único, a começar pelo atendimento personalizado, que faz parte do aspeto social das lojas”. Para o responsável, “é isto que dá beleza, cor e sal às cidades”. Este projeto permitiu ao Município registar e catalogar cerca de 600 estabelecimentos do concelho.


O Presidente da AEVC, Manuel Cunha Júnior, assumiu ser “uma grande satisfação ver o reconhecimento e valorização dos nossos empresários”. “É muito gratificante ver a valorização da tradição, da cultura e da resiliência dos nossos comerciantes”, assegurou.


Já José Rio Fernandes, geógrafo e professor catedrático, frisou que “nós somos os lugares que vivemos”, destacando “a resistência, a resiliência e a modernização” do comércio.


O projeto “Lojas Memória” tem como objetivo distinguir estabelecimentos comerciais e unidades de cafetaria, restauração e similares do concelho vianense. Foram, assim, distinguidas a garrafeira Pérola da China, a empresa de eventos Santoinho, as lojas de artesanato / não especializadas Casa Sandra, Casa Valença e A Tenda.


São ainda distinguidas as ourivesarias Venâncio Sousa, Freitas e Carvalho. As pastelarias Manuel Natário, Dantas & Irmãos, A Brasileira, Padaria do Souto, Leitaria do Carmo e Zé Natário também constam da lista, bem como os cafés Mirante, Girassol e Café Neves.


Os restaurantes Casa d’Armas, Viana Mar, Náutico, A Tasca do Necas, Espigueiro, A Regional, Laranjeira, Café Sport, Casa Primavera – Taberna Soares, Camelo, Taberna do Valentim, Tasco do Morte, Tasca da Alice e Maria de Perre também integram os comércios e negócios assinalados.


A Barbearia Vianense, Salão Gama Cabeleireiros, a Roriz Fotógrafos, a Belfoto, a casa de artigos religiosos Casa Santa Luzia, a Farmácia Central, os Móveis Rufo, a funerária Tilheiro, a drogaria Magalhães & Ribeiro da Silva, Lda., a papelaria Loja da Esquina, a mercearia Casa Azevedo, a Florista Bandeira e a Electro-Minho.


A Câmara Municipal de Viana do Castelo reconhece, pois, a importância destes negócios como elementos distintivos e diferenciadores da cidade. A classificação foi orientada por fatores distintivos - lojas que comercializam produtos de excelência, que mantenham a mesma atividade há 50 ou mais anos, que constituam espaços de referência artística ou arquitetónica, que adquiram especial relevância na história da cidade, enquanto lugar de acontecimento histórico, por ser a única resistente num determinado tipo de atividade ou por ser referência na linguagem comum dos residentes.


A criação de “Lojas Memória” conta com o apoio da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC) e da Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT).