Página Inicial > Notícias > INE coloca...desenvolvimento regional

INE coloca Alto Minho entre as regiões que superaram média nacional no desenvolvimento regional

23 Junho 2016


A região do Alto Minho está, de acordo com os resultados do índice sintético de desenvolvimento regional recentemente publicados pelo Instituto Nacional de Estatística, entre as quatro regiões portuguesas que superaram a média nacional em termos de desenvolvimento regional global.

O Índice Sintético de Desenvolvimento Regional é um estudo estatístico, de periodicidade anual e cujo âmbito geográfico é o país. A unidade estatística observada é a região NUTS III, a recolha dos dados é indireta e as variáveis que integram a construção do ISDR provêm de procedimentos administrativos e de operações estatísticas desenvolvidas no contexto do Sistema Estatístico Nacional.

Os resultados relativos a 2014 revelam que quatro das 25 regiões NUTS III portuguesas superavam a média nacional: as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, o Alto Minho e a Região de Aveiro.

Assim, no que toca ao índice de competitividade, que pretende captar o potencial de cada região em termos de competitividade, assim como o grau de eficiência na trajetória seguida e, ainda, a eficácia na criação de riqueza e na capacidade demonstrada pelo tecido empresarial para competir no contexto internacional, destacam-se as regiões com índices mais elevados se concentram no Litoral do Continente.

No índice de coesão, os resultados obtidos refletiam um retrato territorial mais equilibrado do que o observado para competitividade, na medida em que, em nove das 25 regiões NUTS III, o índice de coesão superava a média nacional. Os resultados de 2014 para o índice de qualidade ambiental destacavam as regiões do Interior continental português e as regiões autónomas com desempenhos mais elevados nesta componente do desenvolvimento regional.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo