Página Inicial > Notícias > Inauguração...no concelho

Inauguração de Espaço Cidadão de Lanheses reforça coesão territorial e social no concelho

06 Dezembro 2021

A Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, Maria de Fátima Fonseca, marcou presença na inauguração do Espaço Cidadão de Lanheses, valência instalada na sede da Junta de Freguesia e que se assume como mais um passo dado na coesão territorial e social.


A governante considerou esta inauguração um “momento feliz que introduz a coesão social e diminui desigualdades entre os cidadãos”. Também o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo valorizou a “lógica de proximidade” proporcionada por este novo serviço, que vai ao encontro da “coesão territorial” valorizada pelo executivo municipal, recordando um “percurso intenso” que levou “a um momento muito importante para o concelho”.


Luís Nobre quer consolidar a rede de Espaços Cidadão existentes e criar ainda uma nova Loja do Cidadão na sede de concelho. “Estamos a falar de um serviço de excelência, aliando a proximidade à qualidade e concorrendo positivamente para a transição digital”, declarou o edil vianense.


Depois de um investimento de cem mil euros em Barroselas, avança agora um em Lanheses, sendo o objetivo o mesmo: aproximar o cidadão dos serviços públicos, simplificando e agilizando procedimentos através de sinergias positivas entre diversas entidades e onde as Juntas de Freguesia têm um papel fundamental.


O Presidente da Junta de Freguesia de Lanheses, Filipe Rocha, considerou que este espaço “promove o desenvolvimento local e assinala um importante marco, aproximando o cidadão dos serviços de proximidade”.


Recorde-se que, em dezembro de 2020 foi inaugurado o primeiro Espaço Cidadão de Viana do Castelo, na vila de Barroselas, que conta atualmente com 2392 atendimentos efetuados. A inauguração de uma segunda estrutura, em Lanheses, demonstra que esta é uma aposta ganha e que permite a proximidade dos serviços e dos cidadãos, graças a protocolos estabelecidos entre a Agência para a Modernização Administrativa (AMA), a autarquia e as Juntas e Uniões de Freguesia.


Estes espaços visam aproximar os serviços públicos, privilegiar a utilidade e comodidade para o cidadão no acesso aos serviços públicos, racionalizar os custos da Administração Pública com instalações e equipamentos e assegurar o atendimento digital assistido prestado por mediadores de atendimento digital com formação adequada, como complemento indispensável da prestação digital de serviços públicos, garantindo o seu caráter inclusivo.


O Espaço Cidadão funciona como um balcão único que disponibiliza variados serviços de diversas entidades, onde os cidadãos beneficiarão de um atendimento digital assistido que lhe permitirá conhecer as várias opções disponibilizadas pelos serviços online, reunindo no mesmo espaço várias entidades públicas e privadas, com o objetivo de facilitar a relação dos cidadãos e das empresas com a Administração Pública.


Além de proporcionar um maior conforto e comodidade aos utentes, permite tratar de vários assuntos num mesmo espaço, com ganhos de tempo e de custos de deslocação. Estes espaços também permitem partilhar recursos, infraestruturas e plataformas, potenciando a eficiência e redução de custos do Estado, servindo melhor o cidadão, de forma mais rápida e próxima, promovendo a literacia digital por via do apoio assistido na prestação dos serviços públicos digitais.