Página Inicial > Notícias > Inauguração...Fernandes Martins

Inauguração da Rua Arquiteto José Fernandes Martins

19 Janeiro 2016


A Câmara Municipal de Viana do Castelo inaugura, amanhã (20 de Janeiro), uma nova rua no centro histórico da cidade, três décadas depois de ter sido projetada. Integrada na política de regeneração urbana do Município, a nova Rua Arquiteto José Fernandes Martins é inaugurada pelas 12 horas.

A abertura da nova artéria, que integra as Comemorações do Aniversário de Elevação de Viana do Castelo a cidade, dá por finda a intervenção que incluiu a reabilitação do Hotel de Chocolate e a nova Rua Pedro Homem de Mello e consta de um plano de 1989 do Arquiteto Oliveira Martins. A nova artéria liga, assim, a Rua Pedro Homem de Mello à Rua da Bandeira (em frente ao antigo Governo Civil), com passeios dos dois lados com 2,5 metros de largura, uma pequena área de estacionamento e com piso em cubos de granito. O valor da empreitada é de 124 mil euros, acrescidos de IVA.

A nova Rua Arquiteto José Fernandes Martins, autor de diversos edifícios da cidade como a Fábrica de Chocolate ou a Vila Rosa, integra os investimentos no âmbito da regeneração urbana como a requalificação de praças e arruamentos do centro histórico, a requalificação de edifícios públicos e enquadra um outro, de promotores privados, que remodelaram as antigas instalações da fábrica de chocolates Avianense para um hotel de charme e que une dois edifícios de valor municipal e que se encontram classificados: a fábrica de chocolates e a oficina anexa, dois belos exemplares da época modernista realizada em Viana do Castelo pelo arquiteto José Fernandes Martins (1866-1945).

Recorde-se que a autarquia tem em marcha, desde 2011, um vasto projeto no âmbito da Regeneração Urbana (a título de exemplo, a autarquia já requalificou a Rua dos Poveiros, a Rua Monsenhor Daniel Machado, a Rua do Loureiro e o Largo d’Agonia e agora a Rua Pedro Homem de Mello, qualificou a Vila Rosa e antigo edifício das Finanças, hoje Serviço de Atendimento ao Munícipe).

Depois de ter criado um programa com reduções de taxas e incentivos diversos para intervenções no centro histórico e delineados Áreas de Reabilitação Urbana para o centro histórico, Darque, Frente Ribeirinha e Cidade Poente, o investimento privado aumentou consideravelmente. Também desde 2011, altura em que avançou o Regime de Incentivos à Reabilitação Urbana, as intervenções privadas em reabilitação de edifícios associando este apoio municipal ao conjunto de incentivos ao acolhimento empresarial e turístico e à criação de empresas com isenções de taxas para empresas, reduções de impostos e apoio à reabilitação urbana tem aumentado substancialmente.


Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo