Página Inicial > Notícias > Inauguração...educação

Inauguração da requalificação de duas escolas representa “aposta estruturante” na educação

09 Janeiro 2020

Foram inauguradas as empreitadas de requalificação da EB 2,3 e Secundária Frei Bartolomeu dos Mártires e Escola Básica 2.3 e Secundária de Barroselas, em cerimónias que contaram com a presença do Ministro da Educação e que representaram uma aposta “estruturante” por parte do Município.


O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, assegurou que as empreitadas nas duas escolas eram “prioridades” do Município. O autarca afirmou que, só em 2019, o executivo investiu 8 milhões de euros na Educação, naquela que é “a aposta mais estruturante, porque é a mais importante e duradoura”. Este investimento, que representou cerca de 10% do orçamento municipal, permitiu intervenções em mais 12 escolas e pavilhões desportivos no ano transacto. José Maria Costa acrescentou que, até final deste mês, serão abertas as propostas que se apresentaram ao concurso público para a requalificação da Escola Básica e Secundária de Monte da Ola, no valor de 1,9 milhões de euros.


O edil recordou que o Município tem projetos educativos de referência em curso, nomeadamente Música nas Escolas, Náutica nas Escolas, Atletismo nas Escolas, Patinagem nas Escolas, Ciência em Rede, projetos Além Mar e Cientistas do Mar, Projeto School 4 All para combate ao insucesso escolar, estando previsto iniciar brevemente o projeto Cultura para Todos.


José Maria Costa indicou ainda que o Município integrou nos seus quadros, no dia 01 de janeiro, 207 trabalhadores que transitaram do Ministério da Educação, ao abrigo da descentralização de competências na área de educação. Além da integração daquele pessoal não docente, o Município contratou 15 novos trabalhadores para cumprir os rácios legais nos agrupamentos escolares do concelho.


Na cerimónia de inauguração, o Ministro da Educação referiu que a nova EB 2,3 e Secundária Frei Bartolomeu dos Mártires “é uma homenagem a todos os que aqui estudaram, estudam e estudarão”, realçando o facto de a Câmara Municipal ter tido “o arrojo e a audácia” de “muito generosamente contribuir para que esta escola represente o verdadeiro serviço público de proximidade”.


A obra, no valor global de 5.3 milhões de euros financiados pelo Norte 2020, foi alvo de um acordo de colaboração entre a autarquia e a tutela para a modernização das instalações da escola. O projeto implicou a criação de um edifício principal e também a requalificação do piso nos campos de jogos, a requalificação dos espaços existentes, dois edifícios que foram mantidos e qualificados e um pavilhão desportivo e edifício técnico.


Também na inauguração da empreitada de requalificação da Escola Básica 2.3 e Secundária de Barroselas, o Ministro da Educação indicou que a cerimónia marcou “uma vida nova para a escola” que conta com 494 alunos.


A requalificação e modernização do equipamento escolar representou um investimento de 1,960 milhões de euros e permitiu renovar 29 salas de aula. Este investimento foi cofinanciado pelo programa Norte 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), que contribuiu com um valor de cerca de 800 mil euros, enquanto a Câmara Municipal suportou o resto do custo da obra.


Tratou-se de uma intervenção de requalificação para adequar a escola às atuais necessidades do ensino e aprendizagem, melhorar o conforto para os seus utilizadores e as condições ambientais e de saúde, já que acautelou a eliminação do fibrocimento, das infiltrações de água e um maior controlo da temperatura ambiente/eficiência térmica do edifício.


Também o Presidente da União de Freguesias de Barroselas e Carvoeiro, Rui Sousa, considerou que este foi “um dia especial, porque a escola foi dotada de uma melhoria significativa que é muito importante para a comunidade”.