Página Inicial > Notícias > Habitação...maio e junho

Habitação social do Município isenta de pagamento de renda em abril, maio e junho

19 Março 2021

Está isenta do pagamento de renda, nos próximos três meses, entre abril e junho, a habitação social do Município, “por forma a menorizar as dificuldades que muitos agregados atravessam”.


Na proposta, ontem apresentada pela Vereadora da Coesão Social, Carlota Borges, e aprovada pelo executivo camarário, pode ler-se que “ao longo do último ano o mundo teve de se adaptar a uma nova realidade, o combate à pandemia”. No decorrer da renovação sucessiva dos Estados de Emergência, “o país está a atravessar uma fase sensível no que respeita à área social e ao apoio dos agregados em situação de vulnerabilidade económica”.


Por isso, o Município tem estado atento quer ao nível das IPSS, com a criação de várias respostas de combate aos efeitos e consequências negativas que esta pandemia trouxe aos vianenses, quer ao nível do apoio mais direto à população menos favorecida, como é o caso.


Já por proposta do Vereador da Promoção da Saúde, Ricardo Rego, o Município deliberou atribuir uma verba global de 20 mil euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo e ao Centro Humanitário do Alto Minho – Cruz Vermelha Portuguesa para que as duas instituições adquiram Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) específicos para o transporte de doentes com COVID-19.


De acordo com a proposta, as duas instituições têm sido confrontadas com “um papel de suma importância no transporte de doentes COVID-19 que, pela especificidade do mesmo, implica custos acrescidos no âmbito da desinfeção dos veículos de transporte e equipamentos de proteção individual”. Assim, a corporação de Bombeiros Voluntários irá receber uma verba de 10 mil euros e a Cruz Vermelha irá receber outros 10 mil euros, para fazer face a este acréscimo nas despesas.