Página Inicial > Notícias > Funicular...transfronteiriça

Funicular de Santa Luzia integra rede transfronteiriça

27 Abril 2012

O Funicular de Santa Luzia vai integrar a rede transfronteiriça de antigas estações ferroviárias – “Estações Vivas”. A candidatura conjunta da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do INORDE visa a recuperação e valorização das envolventes das antigas estações, criação e promoção de uma rede e uniformização da imagem conjunta, sendo comparticipada pelo FEDER.

Neste momento, a empreitada de recuperação e valorização da envolvente do funicular, assim como a reflorestação do espaço já arrancaram, num investimento a rondar os 40 mil euros. A integração no projecto inclui também a criação e promoção de uma rede de antigas estações ferroviárias galegas e do funicular, estando a ser concebido um roteiro e sinalética.

O Funicular de Santa Luzia, recorde-se, reabriu em Abril de 2007 aos 85 anos de idade, estava inactivo desde 2001, por requerer profunda remodelação das vias, carruagens e equipamentos electromecânicos.  Depois de ter pertencido a várias entidades, a CP-Caminhos de Ferro Portugueses transferiu a propriedade para a Câmara Municipal de Viana com o objectivo de o reabilitar e pôr ao serviço dos vianenses e turistas.

O funicular, que vence um desnível de 160 metros em sete minutos, torna a viagem entre o sopé e o topo de Santa Luzia a mais longa de todos os funiculares do país, com os seus 650 metros, tendo mais do dobro da distância do que se lhe segue, o da Nazaré (com 310 metros). O funicular tem uma lotação de 24 passageiros (doze sentados e doze em pé) e podem ser transportadas pessoas em cadeiras de rodas, carros de bebés e duas bicicletas.

Viana do Castelo, 27 de Abril de 2012 

           Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo