Página Inicial > Notícias > Documentário...construção naval

Documentário “Casa ENVC” assinala 75 anos do surgimento da empresa de construção naval

31 Maio 2019

O Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana promove, no dia 3 de junho, às 21h30, a exibição do documentário “Casa ENVC – Instantes e Memórias”, um filme de caráter informativo e didático que assinala os 75 anos do surgimento da empresa de construção naval vianense.


O documentário reúne 18 testemunhos emotivos, de quem viveu e sentiu a empresa como parte integrante da cidade.


Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) foram fundados em junho de 1944, no âmbito do programa do Governo de então, para a modernização da frota de pesca do largo, na forma de uma sociedade por cotas de responsabilidade limitada com o capital social de 750 contos, por um grupo de técnicos e operários especializados oriundos dos Estaleiros Navais do Porto de Lisboa, encabeçados por Américo Rodrigues, seu mestre geral. À empresa juntaram-se, como sócios capitalistas, Vasco D'Orey e o vianense João Alves Cerqueira da Empresa de Pesca Proprietária de veleiros para a pesca do bacalhau.


Os três primeiros navios construídos pelos ENVC, entregues em 1948, foram arrastões para a pesca do bacalhau. Eram eles o "Senhor dos Mareantes" e o "Senhora das Candeias" para a Empresa de Pesca de Viana e o "São Gonçalinho" para a Empresa de Pesca de Aveiro.


Em 1975 a empresa foi nacionalizada, passando a Empresa Pública e o seu capital social aumentado para 330.000 contos.


Os ENVC encontravam-se em processo de extinção desde 10 de janeiro de 2014, data da assinatura, entre o anterior Governo e o grupo privado Martifer, do contrato de subconcessão dos estaleiros navais até 2031. A extinção dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) aconteceu a 31 de março de 2018.


Os ENVC eram a única empresa de construção naval do país, em atividade desde 1944, sendo o maior Estaleiro de construção naval de Portugal, tendo construído mais de 200 navios de vários tipos nos seus quase 70 anos de existência: batelões, rebocadores, ferry-boats, navios de pesca, carga a granel, porta-contentores, transportadores de cimento, navios tanques, LPG, transportadores de produtos químicos e vasos de guerra.