Página Inicial > Notícias > Contentores...vianenses

Contentores de roupa permitem atribuir 14.250 euros em subsídios a instituições vianenses

26 Janeiro 2022

A Câmara Municipal de Viana do Castelo vai atribuir subsídios no valor global de 14.250 euros a cinco instituições de solidariedade com a verba resultante de protocolos estabelecidos com as três entidades responsáveis pela instalação de contentores de roupa no concelho.


De acordo com a proposta apresentada e aprovada na última reunião de câmara pela Vereadora da Coesão Social, Carlota Borges, o Município “protocolou com três empresas a colocação de contentores de recolha de roupa que se encontram distribuídos pelo concelho”, pelo que “estes equipamentos permitem que cada cidadão possa reutilizar o seu vestuário, promovendo a diminuição de resíduos destinados para aterros”. A celebração destes protocolos prevê que, ao final de cada ano, cada entidade contribua com um valor monetário predefinido que reverte para instituições de solidariedade.


Assim, as três empresas apoiaram um total de cinco instituições vianenses, nomeadamente a Resgate Adoção Animal – Associação, com uma verba de 4.000 euros, no âmbito da estreita colaboração com a Câmara Municipal na recolha e encaminhamento de animais de companhia. Foram ainda atribuídos 2.000 euros à Associação Gatos de Ninguém, no âmbito da colaboração com o município na recolha e acompanhamento de animais.


Foram ainda atribuídos 2.250 euros à Associação Católica ao Serviço da Juventude Feminina, para apoio às obras da construção da Casa Abrigo para jovens mães; 3.500 euros ao Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora de Fátima, na valência do Refeitório Social, para apoio à aquisição de material EPI e confeção de refeições; bem como 2.500 euros ao Comissariado Regional das Guias de Viana do Castelo, para apoiar o início do processo de construção da sede regional no concelho.


Recorde-se que estão em vigor, desde 2015, protocolos assinados com as empresas Sarah Trading, Ultriplo e Wippytex para a colocação dos contentores de roupa. Os protocolos têm por objetivo promover o reforço da cooperação social entre as entidades e desenvolver mecanismos de cooperação que tornem possível e promovam a participação conjunta em atividades de caráter social e de emergência. Ao todo, são cem contentores que servem para posterior entrega a instituições de solidariedade social, sendo que, por cada tonelada recolhida, é doada à autarquia uma quantia que visa o desenvolvimento de novos projetos de cariz social/ambiental.