Página Inicial > Notícias > Construção...mil euros

Construção de nova rotunda em Mazarefes avança com investimento municipal de 232 mil euros

04 Maio 2020

Começou hoje a empreitada de construção da nova rotunda de Mazarefes, com um prazo de execução de quatro meses. A obra, que representa um investimento superior a 232 mil euros por parte da Câmara Municipal de Viana do Castelo, implica alguns constrangimentos pontuais no trânsito, tendo como objetivo a melhoria das condições de segurança rodoviária e pedonal na inserção entre a estrada municipal e a EN 308.


A empreitada, para além de corrigir a geometria rodoviária entre a estrada municipal e a estrada nacional através da construção de uma rotunda, incluirá também trabalhos de renovação da rede de águas, águas pluviais, saneamento e infraestruturas de iluminação pública.


O projeto de transformação de um entroncamento numa intersecção giratória na ER 308 ao km 1+100, no concelho de Viana do Castelo, tem em conta o facto de o atual entroncamento se assumir como principal ponto de ligação da ER308 à EN203, “apresentando caraterísticas geométricas inadequadas para garantir as mais elementares normas de segurança rodoviária”, pelo que se torna necessário “dotar esta intersecção de condições de acessibilidade e segurança para peões e automobilistas”. “No presente projeto propõe-se a construção de uma intersecção giratória que concilia a funcionalidade com a segurança e por isso, ficarão garantidas as condições de circulação no local”, lê-se na memória descritiva.


“Este surge na proximidade de uma curva de raio reduzido e limitada por muros de vedação de ambos os lados. Face às condições descritas anteriormente, a autarquia de Viana do Castelo procedeu já à demolição de uma das construções (…) de forma a criar as condições de visibilidade e implantação para a solução apresentada”, acrescenta o documento.


“Este apresenta na forma atual diversos problemas em termos de segurança, quer pela sua localização, dimensão, fluidez e segurança, originando deficiências ao nível da aproximação e no seu atravessamento”, frisa a memória descritiva, assegurando que “a solução adotada teve em consideração as caraterísticas residenciais do local, a limitação do traçado, o espaço disponível e os volumes de tráfego da ER 308 e EM 542”.


Assim, projetou-se uma intersecção giratória, observando as “Normas de Dimensionamento de Rotundas”, apresentando a flexibilidade suficiente para satisfazer as necessidades de tráfego da ER 308 e permitir uma circulação fluida do tráfego para quem entra ou sai da mesma. A rotunda projetada prevê ocupar parte da plataforma da ER 308 e EM 542, bem como parcelas de terreno adquiridas pela Câmara Municipal de forma a garantir a viabilidade do projeto.

Viana do Castelo, 4 de maio de 2020
Gabinete de Comunicação e Imagem
Câmara Municipal de Viana do Castelo