Página Inicial > Notícias > Comemoração...Gil Eannes

Comemoração do centenário do nascimento de Bernardo Santareno a bordo do navio Gil Eannes

19 Novembro 2020

O navio Gil Eannes acolhe, hoje, as comemorações do centenário do nascimento de Martinho do Rosário, médico que escreveu sob o pseudónimo de Bernardo Santareno. A Câmara Municipal de Viana do Castelo, em parceria com a Fundação Gil Eannes e o Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana, promove, assim, a leitura encenada de “O Lugre nos Mares do Fim do Mundo”, com uma seleção de textos do autor que, em 1958, integrou o corpo clínico do navio.


A leitura encenada, dirigida por Ricardo Simões, acontece a bordo do Navio Hospital Gil Eannes, com transmissão através das redes sociais da autarquia e da companhia de teatro às 17h30, contando com interpretação de Alexandre Calçada, Alexandre Martins, Ana Perfeito, Elisabete Pinto, José Escaleira e Tiago Fernandes.


A experiência a bordo de António Martinho do Rosário foi a matéria-prima para a transposição poética da dura realidade da faina bacalhoeira nacional que a obra literária de Bernardo Santareno imortalizou de forma ímpar nas letras portuguesas.


O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, integra a Comissão de Honra das Comemorações Nacionais do Centenário do Nascimento de Bernardo Santareno, que hoje se assinalam.


Bernardo Santareno foi um dos médicos das longas campanhas, realizadas no final dos anos de 1950, integrado na equipa do navio hospital Gil Eannes - mas viajando também em arrastões como Senhora do Mar e David Melgueiro -, onde testemunhou as precárias condições de higiene, de salubridade e as jornadas de trabalho, muitas vezes ininterruptas, de dezenas de horas, a que os pescadores, parcamente pagos, eram sujeitos.