Página Inicial > Notícias > Centro de...final do ano

Centro de Acolhimento e Bem-estar Animal concluído até final do ano

04 Julho 2022

O Presidente da Câmara Municipal, Luís Nobre, visitou hoje o futuro Centro de Acolhimento e Bem-Estar Animal de Viana do Castelo que, no passado sábado, foi alvo de incêndio por causas ainda não apuradas. O edil e o empreiteiro analisaram os estragos causados pelo fogo, já avaliados em cerca de 50 mil euros. Apesar do revés, a construção do Centro de Acolhimento já foi retomada e a obra deverá estar concluída até final deste ano.


Para Luís Nobre, esta é uma infraestrutura de apoio fundamental e este incidente, já a ser investigado pela Polícia Judiciária, “não irá fazer diminuir a vontade dos vianenses em criar condições para os animais errantes”.


O Centro de Acolhimento e Bem-Estar Animal de Viana do Castelo corresponde a uma empreitada municipal de quase 370 mil euros. O projeto, a surgir num terreno com aproximadamente 4.070 m2 de área total, localiza-se na rua da Portela, na freguesia de Cardielos, sendo confinante com a A27 (autoestrada do Vale do Lima).


O edifício principal surge no alinhamento da estrada que lhe dá acesso, sendo que a ligação ao interior do Centro de Acolhimento é feita pelo lado nascente, onde se localiza o estacionamento publico.


No átrio será instalado o balcão de atendimento, sanitários públicos, sala de reuniões e corredor para as divisões interiores. A poente localizam-se os balneários do pessoal e uma pequena copa, bem como uma área técnica acessível pelo exterior.


Do lado nascente foram aglomeradas as funções de triagem, médicas veterinárias e higiene animal. Os espaços destas funções tendem a ser sequenciais, com portas entre eles para que, no dia-a-dia, e principalmente em situações limite, não se perca tempo nem se cruzem funções. Este núcleo, de medicina veterinária, do Centro de Acolhimento, foi o definidor da localização do Edifício de Quarentena/Emergência, a nascente do principal.


Ainda no Edifício Principal, na zona posterior, ficam a cozinha de alimentação animal, o armazém de alimentos e material, a lavandaria e a zona técnica. O Edifício Quarentena/Emergência fica a nascente do Edifício Principal, junto das funções médico veterinárias para potenciar esta sinergia. É composto por um cela semicircular e quatro celas com condições térmicas.