Página Inicial > Notícias > Câmara pede...portagens

Câmara pede celeridade na implementação do mecanismo de pagamento de portagens

14 Dezembro 2010

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo enviou ofícios aos Ministros da Economia e das Obras Públicas e Transportes solicitando celeridade na implementação das medidas anunciadas para facilitar o pagamento de portagens aos cidadãos e empresas galegas. O pedido surge na sequência da diminuição registada na restauração e hotelaria em Viana do Castelo de cidadãos galegos, que está a causar “impactos muito negativos a nível da economia local, e regional”.

De acordo com informações dos representantes dos estabelecimentos de restauração e hotelaria, Viana do Castelo tem vindo a registar uma diminuição de visitas de cidadãos galegos, um dos principais mercados nesta altura do ano. Perante as preocupações sentidas e porque existem ainda falta de informação na Galiza, o Presidente da Câmara Municipal solicitou ao Governo que sejam efectuadas “as diligências necessárias para a rápida implementação das medidas anunciadas” na reunião conjunta do Governo Português e da Galiza, realizada em Viana do Castelo em Novembro passado.

Na missiva, a Câmara Municipal pede ainda a sensibilização “para o desenvolvimento de mecanismos de cooperação e simplificação” na implementação do pagamento das portagens que, por seu lado, está a colocar entraves a uma região com “forte ligação a Espanha e à Galiza, responsável por parte da actividade económica da região”.

Por isso “numa época de retracção, é imperativo encontrar medidas facilitadoras de mobilidade, viabilizando várias formas de cobrança de portagem”, defende José Maria Costa, lembrando que, na região, está consolidado um conjunto de relações estreitas com a Galiza, materializada com deslocações de cidadãos e empresas e que a introdução de portagens, com características electrónicas, veio trazer dificuldades de mobilidade com “reflexos gravosos a nível da restauração e hotelaria, assim como nas empresas galegas que operam em Portugal”.

 

Viana do Castelo, 14 de Dezembro de 2010                      

 

             Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo