Página Inicial > Notícias > Câmara Municipal...do concelho

Câmara Municipal investe 125 mil euros na reabilitação e preservação de quatro igrejas do concelho

30 Julho 2021

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo assinou hoje os protocolos para reabilitação e preservação de quatro igrejas do concelho, num apoio global de 125 mil euros que acontece no âmbito do programa “Reabilitação e Valorização do Património”.


Na cerimónia de assinatura, o edil, José Maria Costa, afirmou que “assinar estes protocolos de apoio à reabilitação e conservação do património das freguesias é muito importante” porque representa “preservar aquilo que é de todos”.


Assim, a Câmara Municipal apoiará técnica e financeiramente a execução das obras de beneficiação nas Naves Norte e Sul e Capela Mor da Igreja da Meadela, património da Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Cristina da Meadela, procedendo à transferência de 25 mil euros.


A autarquia vai também apoiar técnica e financeiramente a execução das obras de restauro no Salão Paroquial, património da Fábrica da Igreja Paroquial de Santa Eulália de Vila de Punhe, com 25 mil euros.


O Município vai ainda apoiar a execução das obras de reabilitação (substituição de todo o chão em madeira, conservação das paredes interiores, pavimentação da envolvente exterior, reparação de muro de suporte de terras, lavagem da torre e da telha e aplicação de isolamento em todo o telhado, torre e paredes) da Igreja Paroquial de S. Mamede de Deocriste, património da Fábrica da Igreja Paroquial de S. Mamede de Deocriste, com uma verba de 35 mil euros.


No âmbito desta iniciativa será também apoiada, com 40 mil euros, a execução das obras de restauro e melhoramentos da Igreja de S. Pedro de Subportela, património da Fábrica da Igreja Paroquial de S. Pedro de Subportela.


Como contrapartida, as igrejas em causa ficam disponíveis para fruição cultural, à comunidade, perante a realização de 3 concertos por ano, pelo período de 5 anos.


Recorde-se que, tendo em conta que o Património Cultural de um território constitui a mais importante marca identitária do mesmo, a conservação, recuperação, valorização ou divulgação deste torna-se um imperativo e também um dever para com os vindouros na transmissão de uma herança verdadeiramente fundacional, para além de desempenhar um papel elementar no desenvolvimento policêntrico dos territórios e na coesão territorial. Nesse sentido, o Município de Viana do Castelo lançou um programa abrangente de valorização de Património construído, designado por “Reabilitação e Valorização do Património”, cujos objetivos são qualificar espaços de valor arquitetónico, histórico e artístico relevante para o território municipal; dinamizar o potencial cultural destes espaços enquanto locais privilegiados de fruição cultural; e promover e valorizar os espaços referidos enquanto locais de visitação e atratividade turística.