Página Inicial > Notícias > Câmara Municipal...Floripes”

Câmara Municipal estabelece protocolo com Cineclube do Porto para restaurar filme de 1959 sobre “Auto de Floripes”

20 Setembro 2019

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou, em reunião ordinária de executivo, o protocolo a celebrar com o Cineclube do Porto para apoiar o restauro de um filme de 1959 sobre o “Auto de Floripes”. Será assim, promovido um investimento 13 mil euros na recuperação do filme que foi produzido há seis décadas pela secção Experimental do Clube Português de Cinematografia - Cineclube do Porto.


De acordo com o protocolo, o filme “retrata a peça de teatro popular com o mesmo nome, que se representa anualmente, em 05 de agosto, no Lugar das Neves, uma convergência de três freguesias pertencentes ao concelho de Viana do Castelo: Barroselas, Mujães e Vila de Punhe".


Para o executivo, este restauro é um reconhecimento da relevância do filme e da preservação da memória da celebração do Auto de Floripes, que é parte integrante do património cultural imaterial português.


Na proposta, é indicado que o filme, apresentado em 1961, foi realizado a partir de uma ideia original de Henrique Alves Costa (1910-1988), sendo uma obra coletiva, entre outros, de António Reis, Luís Ferreira Alves, Henrique Alves Costa, Lopes Fernandes, Fernando Ferreira e Virgílio Moreira, bem como um registo ímpar na história do cinema em Portugal.


O Clube Português de Cinematografia - Cineclube do Porto, em parceria com a Cinemateca Portuguesa - Museu de Cinema, deu início, no princípio de 2019, ao processo de investigação sobre o filme e de análise do estado da película, bem como ao processo de restauro e digitalização da mesma película para produção videográfica (edição em DVD e em DCP), acompanhada de edição de uma brochura explicativa com textos de personalidades relevantes na área e testemunhos de intervenientes no filme. O custo total do restauro ronda os 13.175 euros, sendo que o Cineclube do Porto suporta 8.225 euros e a Câmara Municipal de Viana do Castelo apoia com 4.950 euros.


O Auto da Floripes é uma representação de teatro popular exibida no dia 5 de agosto, pelas 17 horas, no Largo das Neves. Está integrado na programação das Festas da Senhora das Neves e é um tributo à padroeira Senhora das Neves. Opondo cristãos e turcos, o Auto da Floripes é um drama de cariz guerreiro que se insere no “Ciclo Carolíngio”, por se inspirar na segunda parte do livro “História de Carlos Magno e dos Doze Pares de França”.


Nesta manifestação teatral encontram-se vários elementos reunidos: ação, expressão dramática, texto, canto, dança e mímica. Apesar do carácter evangelizador e moralizador na génese, o Auto da Floripes é uma história de ficção que compreende, desde sempre, o seu papel lúdico e revela, entre os vários momentos solenes, ensejos de comédia e sátira.


Com uma longevidade assinalável e uma periodicidade anual contínua, distingue-se como um dos poucos sobreviventes do velho teatro popular e afirma-se como uma das referências do teatro popular português.