Página Inicial > Notícias > Câmara Municipal...Lucilo Valdez

Câmara Municipal cria Concurso de Dramaturgia – Prémio Lucilo Valdez

26 Janeiro 2018

No dia em que se assinalam os 80 anos do nascimento de Lucilo Valdez, homem da cultura e do teatro, a Câmara Municipal de Viana do Castelo anuncia a criação do Concurso de Dramaturgia - Prémio Lucilo Valdez. Destinado a textos inéditos, o prémio é a encenação e apresentação pública no Teatro Municipal Sá de Miranda, a dia 26 de Janeiro de 2019.

O regulamento do concurso, que homenageia um homem que foi cidadão de mérito da cidade a 20 de janeiro de 2001 e entretanto falecido, irá ser apresentado na próxima reunião de câmara e é anunciado no dia em que aquele homem da cultura faria 80 anos.

Lucilo Valdez, que nasceu na freguesia de S. Sebastião da Pedreira (Lisboa) a 26 de Janeiro de 1938, cedo demonstrou aptidão para as artes. Foi um dos fundadores da “Rádio Clube Asas do Atlântico”, nos Açores. Em Lisboa, tornou-se “desenhador-publicitário” e ilustrador do jornal português “Economia & Finanças” onde se destaca pelos retratos a tinta-da-china de políticos mundiais na altura em foco e pelas caricaturas e desenhos da capa.

Para além do jornal “Economia & Finanças”, Lucilo Valdez participou em várias revistas humorísticas como caricaturista, com anedotas ilustradas. Deixou diversos contos publicados em jornais de Lisboa e de África e colaborou como “cartoonista” no jornal “Falcão do Minho”. No campo artístico, Lucilo Valdez frequentou um curso de desenho e pintura de Belas-Artes, na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. No campo criativo tem vários quadros pintados a aguarela, guache e tinta-da-china.

Em 1969 ingressa no “Clube Teatro I Acto de Algés”, clube ligado à “Casa da Comédia”. Frequentou um curso de teatro durante ano e meio, dirigido pela atriz Clara Joana, e outro de seis meses com o encenador Fernando Gusmão, que na altura estava a dirigir o “Grupo 4”.

Em fins de 1972, foi convidado pela FNAT, hoje INATEL, para desempenhar as funções de animador de teatro em Viana do Castelo. E o percurso do Lucilo Valdez, ao longo dos cerca de vinte e oito anos em Viana do Castelo, fica marcado pelo voluntariado associativo, pela fundação do “Grupo de Acção Cultural e Desportiva de Mazarefes”, mais tarde fundido com a Casa do Povo, passando a denominar-se de “Associação Social, Cultural e Desportiva da Casa do Povo de Mazarefes”.


Gabinete de Comunicação e Imagem
Câmara Municipal de Viana do Castelo