Página Inicial > Notícias > Câmara Municipal...Villa Rosa

Câmara Municipal aprovou projecto de reabilitação do edifício Villa Rosa

25 Novembro 2010

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou o projecto de reabilitação da Villa Rosa, um edifício camarário situado no centro histórico da cidade. Em causa está a recuperação de um edifício de grande valor patrimonial, que será reconstruído seguindo as técnicas construtivas e materiais adequados às características arquitectónicas do edifício, que alberga diversos serviços da autarquia vianense.

O projecto aprovado, que será candidatado a fundos comunitários, foi desenvolvido com o objectivo de criar condições para a instalação de serviços públicos como a Rede Social, os serviços de apoio à reabilitação do centro histórico ou os serviços de apoio ao consumidor, mas também para melhorar as condições de uso para trabalhadores e a qualidade dos serviços prestados e, sobretudo, reabilitar o edifício enquanto estrutura arquitectónica de elevado valor patrimonial e artístico.

Situado em pleno centro histórico, o edifício será alvo de “reabilitação utilizando técnicas e construtivas e materiais que estão de acordo com as características construtivas e arquitectónicas do edifício”. Para efectuar esta empreitada, a Câmara Municipal colheu pareceres junto da Direcção Regional de Cultura do Norte, uma vez que o edifício se encontra abrangido pela Zona Arqueológica de Viana do Castelo, e junto da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, uma vez o edifício contempla locais de trabalho.

O edifício Villa Rosa é uma elegante moradia “revivalista” do primeiro terço do século XX, mandada edificar por Abílio Lomba. Trata-se de uma proposta ecléctica e urbana com risco de José Fernandes Martins, sendo um excelente exemplar neo-românico com adornos “barroquistas”, em tudo semelhante a um edifício na rua Alexandre Herculano, em Lisboa.

Foi adquirida em 1988 pela Câmara Municipal e será agora alvo de reabilitação apara acolher serviços de apoio à comunidade.

 

Viana do Castelo, 25 de Novembro de 2010      

                                 Gabinete de Imprensa