Página Inicial > Notícias > Banco de...do Castelo

Banco de Provas de 2,5 milhões de euros potencia criação de “cluster de certificação de armamento” em Viana do Castelo

14 Julho 2020

A instalação de um Banco de Provas (BdP) de Armas de Fogo e Munições no concelho potencia a criação de um “cluster de certificação de armamento” em Viana do Castelo. A garantia foi dada pelo Secretário de Estado Adjunto da Administração Interna, que marcou presença na apresentação do projeto do equipamento que é o primeiro do género a surgir em Portugal e o 15º a nível mundial.


De acordo com o governante, a empreitada está “em avançado estado de construção”, com a inauguração prevista para junho de 2021. Antero Luís referiu ainda este foi “um investimento que surgiu em boa hora”, já que “as armas portuguesas deixarão de ir à Bélgica para serem certificadas, passando a ser certificadas em Viana do Castelo”.


A empreitada é comparticipada em 75% com verbas comunitárias pelo Fundo para a Segurança Interna (FSI) e conta com 25% de comparticipação nacional. O Banco de Provas da CIP, entidade certificadora de armamento e munições, está a ser instalado na Zona Industrial do Neiva, perto das instalações da Browning Viana, uma das empresas armeiras portuguesas com maior dimensão, possibilitando que a certificação da produção seja feita em Portugal e a exportação feita pelo produtor.


O Diretor do Departamento de Armas e Explosivos da PSP, Pedro Moura, indicou que este equipamento vai “colocar Portugal e a PSP no standard máximo da qualidade das armas que são introduzidas no mercado”.


Pedro Moura referiu que esta estrutura vai permitir trazer para Viana do Castelo e para o Norte alguns dos serviços que, por agora, são disponibilizados apenas em Lisboa, como a desativação, autenticação e numeração de armas.


O Banco de Provas assume-se como uma infraestrutura necessária ao eficaz e eficiente teste para controlo de qualidade das armas de fogo e munições, sendo a sua instalação, fiscalização e controle da competência da PSP.
Recorde-se que, em 2018, foi assinada a escritura de constituição de direito de superfície sobre uma parcela de terreno situada na Zona Industrial do Neiva para a construção do Banco de Provas para Armas de Fogo e Munições. A cedência do terreno com uma área de 8.900 metros quadrados foi feita tempo indeterminado, enquanto for cumprida a função.