Página Inicial > Notícias > Autarca vianense...Engenheiro

Autarca vianense aliou-se às comemorações do Dia Regional do Engenheiro

22 Novembro 2021

O Presidente da Câmara Municipal marcou presença na sessão comemorativa do Dia Regional do Engenheiro, que aconteceu no Forte Santiago da Barra, em Viana do Castelo, tendo realçando o papel do engenheiro no trabalho desenvolvido no concelho, nomeadamente na transição digital, onde o grande desafio é a desmaterialização e a transição energética, área na qual onde Viana do Castelo tem vindo a investir nas energias oceânicas.


Nas celebrações do Dia Regional do Engenheiro marcaram ainda presença o Presidente da Ordem dos Engenheiros Região Norte, o Delegado Distrital de Viana do Castelo e o Presidente Regional da Assembleia Norte, tendo a cerimónia de encerramento contado também com o Bastonário da Ordem dos Engenheiros.


“Precisamos de profissionais para planear e afirmar o território de oportunidades que é Viana do Castelo”, enfatizou o edil vianense, recordando que, recentemente, o Município e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo assinaram um protocolo de colaboração institucional para a criação de um Centro de Investigação e Desenvolvimento que pretende agregar competências e estabelecer sinergias, num investimento municipal de 350 mil euros.


O novo Edifício do “Centro de Investigação e Desenvolvimento” do IPVC, a edificar no Campus da Praia Norte, tem como propósito integrar numa única infraestrutura dedicada ao desenvolvimento de investigação de elevada qualidade um conjunto de unidades de investigação do Instituto Politécnico recentemente aprovadas pela tutela.


A par das referidas unidades de investigação serão instalados no novo Edifício de Investigação várias estruturas laboratoriais de caráter aplicado que atualmente se encontram dispersas nas três escolas do IPVC situadas na cidade. O edifício, destinado à atividade das unidades de investigação já existentes no IPVC e outras que venham a ser criadas no âmbito de parcerias com outras instituições de ensino superior, vai ocupar uma área útil prevista de aproximadamente 5.000 m2.


O autarca lembrou ainda que, há algumas semanas, durante a assinatura de um memorando de entendimento para a criação de uma Comunidade de Energias Renováveis (CER) na Zona Industrial de Neiva, o Secretário de Estado Adjunto e da Energia indicou que a revisão da legislação do setor energético prevê a criação de três zonas livres tecnológicas, sendo que Viana do Castelo será consagrada com uma zona livre para as offshore e as energias oceânicas. Segundo João Galamba, a criação de uma Zona Livre Tecnológica em Viana do Castelo visa ir “além de projetos à escala industrial e ter também projetos-piloto, ser uma zona de testes, inovação, um laboratório vivo para energias oceânicas”.