Página Inicial > Notícias > Autarca defende...interior do país

Autarca defende interesse nacional do ensino politécnico no interior do país

14 Janeiro 2016

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, defendeu ontem o interesse nacional do ensino superior politécnico nas regiões de baixa densidade. A posição foi tomada durante a sessão solene das comemorações dos trinta anos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

Na sessão de abertura que decorreu ontem, o autarca referenciou a presença do IPVC em Viana do Castelo e no Alto Minho como sendo um dos principais ativos da região nas últimas décadas e sublinhou que, nos resultados económicos que a região apresenta relativamente ao crescimento sustentado do PIB e na qualidade dos projetos nas mais diversas áreas, se denota o envolvimento do IPVC e, em especial, da ESTG. A título de exemplo, José Maria Costa lembrou a instalação da primeira fibra ótica no Alto Minho, que nasceu de uma parceria entre a ESTG e a autarquia vianense.

“Face às dificuldades que o ensino superior teve nos últimos anos fruto de uma política incoerente dos anteriores responsáveis da tutela, é agora imprescindível manter uma rede de politécnicos no interior do país e especialmente nos territórios de baixa densidade, garantindo assim a coesão do território”, defendeu o autarca, sublinhando que “o IPVC tem permitido aos concelhos e à região, que está fora das grandes áreas metropolitanas do Porto e Lisboa, garantir o apoio à competitividade desses mesmos concelhos e região, garantindo a qualificação dos recursos humanos, promovendo a inovação nas empresas locais em sectores tradicionais e ativar as instituições culturais, desportivas e sociais”.

O autarca referiu ainda, no seu discurso, que não podendo ser escondidas as atuais dificuldades económicas e financeiras do país, é importante relembrar aos atores políticos e responsáveis da tutela que os concelhos e regiões continuam a contar com a presença ativa das escolas de ensino superior politécnico nos seus territórios, garantindo assim a competitividade e a coesão dos mesmos.

O Presidente da Câmara terminou elogiando todo o trabalho desenvolvido nos trinta anos desta instituição pelas diferentes direções, corpo docente e funcionários e que permitiu a formação de cerca de sete mil alunos, muitos deles hoje elementos relevantes nos sectores empresariais e culturais do concelho e da região.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo