Página Inicial > Notícias > Autarca de...Resiliência

Autarca de Viana do Castelo participou no Seminário sobre Infraestruturas no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência

05 Março 2021

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo marcou ontem presença no Seminário sobre Infraestruturas, que aconteceu no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e que contou com a participação do Ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, e da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.


O edil vianense participou na mesa redonda “Reforço da Coesão Territorial e da Competitividade Empresarial”, moderada pelo Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, abordando o fecho da malha da rede rodoviária nacional na ligação a áreas empresariais, portos e ferrovia.


O edil vianense referiu que medidas da Componente 7 – Infraestruturas no Programa de Recuperação e Resiliência vão ao encontro do plano para o Alto Minho, que quer ser “mais conectado e mais resiliente”. “O Alto Minho tem vindo a ser um fator de competitividade e de aumento das exportações nacionais”, declarou o autarca, insistindo na importância da valorização das infraestruturas transfronteiriças.


“Nos últimos anos temos sentido um reinvestimento das empresas instaladas e, por isso mesmo, temos de lhes dar melhores condições. Precisamos de uma articulação entre os portos, as infraestruturas rodoviárias e ferroviárias”, frisou José Maria Costa.


Recorde-se que o Programa Nacional de Investimentos 2030 inclui a nova via projetada para o Vale do Neiva e os acessos ao Porto de Mar de Viana do Castelo. O Programa tem como objetivo ser o instrumento de planeamento do próximo ciclo de investimentos estratégicos estruturantes de âmbito nacional, para fazer face às necessidades e desafios da próxima década e décadas vindouras, dando assim prioridade a dois investimentos fundamentais para Viana do Castelo.


Para o Setor da Rodovia no Programa de Valorização das Áreas Empresariais foi identificada a Construção do Acesso ao Vale do Neiva à A28 nas ações para incrementar as acessibilidades às Áreas de Acolhimento Empresarial que já se encontram consolidadas e que apresentam elevada relevância nos contextos regional e nacional, fomentando a sua competitividade.


Para o Subsetor Marítimo-Portuário foi identificado o Porto de Viana do Castelo, estando previstos investimentos de 90 milhões de euros para a reabilitação do molhe norte do porto, melhoria das condições de operacionalidade do porto, dotando-o de equipamentos de movimentação de carga e infraestruturas adequadas com vista a melhorar as condições de operacionalidade e também a criação de cais e equipamentos de receção de navios e passageiros de cruzeiros com o objetivo de tornar o Porto de Mar Viana do castelo um destino de cruzeiros turísticos capaz de atrair mais de 10.000 turistas por ano.