Página Inicial > Notícias > Augusto Canário...d’Agonia

Augusto Canário preside à Comissão de Honra das Festas d’Agonia

30 Maio 2017

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo delegou a Presidência da Comissão de Honra das Festas d’Agonia 2017 no músico popular Augusto Canário. A decisão, já comunicada ao executivo em reunião de Câmara, segue a tradição de delegar a função numa personalidade nacional e local como forma de homenagear a sua ligação a Viana do Castelo, contribuir para a preservação do seu património cultural, etnográfico e artístico e reconhecer uma classe profissional.

José Maria Costa tem tido como critério alternar entre uma personalidade de cariz mais local e uma personalidade de cariz nacional e, depois do embaixador Seixas da Costa, a escolha recai sobre o músico Angusto Canário, tocador de concertina e intérprete de música tradicional portuguesa, grande embaixador da identidade cultural e tradições de Viana do Castelo e do Alto Minho, junta das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.

Curriculum:
Augusto de Oliveira Gonçalves nasceu na freguesia de Anha em 7 de Abril de 1960 e, a par da sua vida profissional, tem promovido Viana do Castelo através da música popular. Cantador ao desafio e tocador de concertina (por paixão), conta mais de trinta e cinco anos de dedicação à música tradicional/popular, através da participação em vários grupos e projetos musicais, dos quais se destaca o grupo CANTARES DO MINHO (de que foi fundador). Foi congregando outros tocadores e cantadores que o acompanham nas várias atuação ao longo do país e do estrangeiro, tendo atualmente uma banda perfeitamente definida, em que a concertina ocupa um lugar de destaque, bem como o cantar ao desafio (desgarrada).

Destaca-se particularmente pela sua capacidade de comunicação e dinâmica em palco e pela sua qualidade de repentista e “cantador ao desafio” com estrofes caraterizadas por perspicácia, graça e acutilância, sejam de tipo brejeiro, sejam de cariz satírico e de crítica sociopolítica. É um dos mentores e um dos principais dinamizadores da recuperação da concertina, enquanto instrumento popular na música de cariz tradicional, especialmente na região norte do país.



Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo