Página Inicial > Notícias > Associação...do Castelo

Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico atribui louvor público a projetos de Viana do Castelo

29 Setembro 2017


A Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico, de acordo com proposta do Júri do Prémio Nacional Alexandre Herculano, acaba de atribuiu Louvor Público por dois projetos de intervenção a cargo do Município: ao projeto de requalificação do espaço público da zona poente de Viana do Castelo (Largo Vasco da Gama e Largo da Paz) e ao projeto de reabilitação da Vila Rosa.

O primeiro projeto, dos arquitetos Paulo Vieira, Miguel Oliveira e Mónica Botelho da Câmara Municipal, diz respeito à qualificação do espaço da zona envolvente a dois largos da cidade, enquanto o segundo é da autoria do arquiteto José Loureiro, também da Câmara Municipal de Viana do Castelo. Trata-se de um edifício municipal do início do século passado e que foi alvo de uma profunda empreitada para acolher serviços municipais.

De lembrar que a Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico foi fundada em Lamego em de 1988. Conta com uma centena de autarquias inscritas, todas preocupadas com a defesa, com a valorização, com a revitalização e com a animação dos seus núcleos urbanos históricos.

São membros da APMCH os municípios portugueses que possuam zonas históricas, independentemente de serem já ou não classificadas como centros históricos e, que por deliberação autárquica, declarem aderir à instituição, sem distinções do tipo de aglomerado — cidade ou vila — nem da localização da zona ou das zonas históricas nesses aglomerados. Neste momento, a Associação, cuja sede nacional se fixou em Lamego, possui delegações regionais em Almeida e em Lagos.

Da Associação fazem parte 94 autarquias sendo que sete são do Alto Minho: Arcos de Valdevez; Caminha; Melgaço; Ponte da Barca; Ponte de Lima; Valença e Viana do Castelo.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo