Página Inicial > Notícias > Assinados...Pescadores

Assinados protocolos com a APDL que permitem abertura da ponte móvel e Cantinho dos Pescadores

25 Maio 2016

A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) assinaram os protocolos que permitem a abertura da ponte móvel junto à doca portuária o Cantinho dos Pescadores, uma estrutura de apoio social aos pescadores da ribeira da cidade.

O primeiro protocolo prevê, assim, que a Câmara Municipal entregue à APDL a ponte móvel que liga a doca de marés à doca da lota, entretanto reabilitada pela autarquia, para que esta assuma todas as responsabilidades de manutenção, designadamente através de um protocolo futuro a celebrar entre a APDL e a Associação de Armadores de Pesca de Viana do Castelo. O segundo, relativo ao Cantinho dos Pescadores, diz respeito à cedência gratuita por parte da APDL do terreno onde está a estrutura para a Câmara Municipal, que passa a gerir e explorar o espaço.

Com a assinatura destes dois protocolos, cabe à APDL a abertura da ponte móvel, reabilitada pela Câmara Municipal para apoio aos profissionais de pesca da Ribeira, sendo que a infraestrutura veio substituir a existente, datada de 1957 e inativa há 13 anos, e que estava em mas condições, provocando prejuízos vários por estar em causa um elemento fundamental de mobilidade entre o acesso à lota e à zona de aprestos de pesca. Os trabalhos incluíram a reabilitação da estrutura metálica, a reabilitação da parte elétrica, incluindo iluminação e sistema de segurança e ainda a reabilitação dos carris.

No mesmo local, está o “Cantinho do Pescador”, um equipamento social de apoio à comunidade piscatória. Este espaço será agora colocado à disposição dos pescadores e tem como objetivos prevenir a solidão e o isolamento, promover as relações pessoais e geracionais, prestar apoio psicossocial, favorecer a permanência dos mais idosos no seu meio habitual e contribuir para a prevenção de situações de dependência, promovendo a autonomia.

As duas intervenções foram alvo de candidaturas ao PROMAR e visam melhorar as condições de trabalho da comunidade piscatória vianense.

Gabinete de Imprensa
Câmara Municipal de Viana do Castelo