Página Inicial > Notícias > Aprovada...de sardinha

Aprovada moção de apoio aos pescadores e às empresas de pesca de sardinha

31 Agosto 2018

A Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou por unanimidade uma moção de apoio aos pescadores e às empresas de pesca de sardinha onde, entre outras, solicita ao governo português que, mantendo uma posição cautelosa e de proteção dos recursos de sardinha, defenda, junto das entidades comunitárias, que existem condições para o exercício da captura de sardinha nos próximos anos.

A moção, a ser enviada também ao Conselho Internacional de Exploração dos Mares, à Comissão Europeia em Portugal, ao Comissário Europeu dos Assuntos Marítimos e Pescas, ao Primeiro-Ministro, Ministra do mar, secretário de Estado das Pescas, Associação Nacional de Municípios, CIM Alto Minho e associações de pescadores de Viana do Castelo, propõe “manifestar de forma inequívoca o seu apoio aos pescadores da pesca da sardinha e às suas empresas e em consequência dos esforços assumidos pela comunidade piscatória, resultante dos períodos de paragem e redução drástica do volume de capturas, solicitar o aumento dos apoios/financiamentos através do programa MAR2020 e solicitar ao Governo Português que, mantendo uma posição cautelosa e de proteção dos recursos de sardinha, defenda, junto das entidades comunitárias, que existem condições para o exercício da captura de sardinha nos próximos anos.

No documento, o executivo lembra que a sardinha (sardina pilchardus) é um recurso de interesse estratégico para a pesca portuguesa, para a indústria conserveira e para as exportações de produtos da pesca e do mar, assumindo uma particular relevância em termos socioeconómicos para várias comunidades piscatórias, nomeadamente a de Viana do Castelo.

Para esta atitude, foi tido em conta que o setor adotou um conjunto de medidas de restrição da sua atividade no tempo de paralisação das embarcações e na redução das quantidades de captura, sejam diárias, sejam anuais, com o objetivo de proteger este importantíssimo recurso no nosso mar; os pescadores portugueses têm demonstrado, com clareza, que são os primeiros interessados em proteger a sardinha, sabendo e reconhecendo que é determinante a existência de stocks de sardinha para a manutenção das empresas do setor e as últimas avaliações da investigação, promovidas através de cruzeiros científicos realizados pelo IPMA, em dezembro de 2017 e em maio de 2018, vieram confirmar a opinião dos pescadores em como existe um grande aumento na abundância de sardinha, nas águas portuguesas.


Gabinete de Comunicação e Imagem
Câmara Municipal de Viana do Castelo