Página Inicial > Notícias > Aprovada...sustentáveis

Aprovada candidatura para implementar sistemas energéticos sustentáveis

15 Dezembro 2010

piscina_ATALNTICOAcabam de ser aprovadas as candidaturas apresentadas ao ON 2 para implementar sistemas energéticos sustentáveis nas piscinas municipais e para a instalação de reguladores de fluxo luminoso na rede de iluminação pública. Trata-se de um investimento global de cerca de 720 mil euros, comparticipados em oitenta por cento pelo ON2, que permitirá poupanças energéticas substanciais nos espaços públicos e iluminação pública no concelho.

Nas Piscinas Municipais Frederico Pinheiro, Atlântico e de Barroselas, a autarquia está empenhada em implementar sistemas energéticos que contribuirão para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, responsável pelo aquecimento global, nomeadamente as emissões de dióxido de carbono, mas também a redução da factura mediante os recursos a energias renováveis.

 O Município espera assim poupanças financeiras directamente perceptíveis pelo município; poupanças de energia; diminuição das emissões poluentes; e servir como exemplo para outros consumidores urbanos, públicos e privados.

A redução do consumo nas piscinas municipais poderá ser efectuada com a melhoria das suas características construtivas, reduzindo assim as necessidades energéticas no que diz respeito ao aquecimento e arrefecimento do ambiente; com a implementação de medidas de utilização de equipamentos energeticamente mais eficientes e de medidas de gestão da procura no sentido de reduzir os consumos na utilização.

Este projecto de Implementação de Sistemas Energéticos Sustentáveis nas Piscinas Municipais de Viana do Castelo visa abranger toda a comunidade educativa, à população em geral e a outras instituições, que intervenham no desenvolvimento e promoção da actividade desportiva.

Foi igualmente aprovada uma candidatura para a redução da factura energética na rede de iluminação pública com a instalação de reguladores de fluxo luminosos com os seguintes objectivos: reduzir os consumos energéticos e emissões de CO2 associadas e a factura energética; instalar equipamentos eficientes apostando em tecnologias que permitam uma boa relação custo-eficácia; implementar um sistema de gestão de energia na área da iluminação pública; incentivar o sector público e privado a investir nestes equipamentos; e fomentar este projecto como exemplo de boas práticas na área da racionalização de energia eléctrica.

Dos principais objectivos constam ainda a contribuição para o quadro energético do Plano de Acção para a Promoção da Energia Sustentável do Norte de Portugal, transformando a Região Norte energeticamente eficiente e com baixa produção de CO2 e satisfazendo, em simultâneo, os requisitos energéticos e ambientais e o planeamento de intervenções neste território com uma maior eficácia, em conjunto com a entidade distribuidora de energia, que neste caso, é a EDP Distribuição.

 

Viana do Castelo, 15 de Dezembro de 2010

                                 Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal de Viana do Castelo