Página Inicial > Notícias > Apresentado...Diagnóstico Social

Apresentado Diagnóstico Social

21 Setembro 2010

diagnosticoA Rede Social de Viana do Castelo apresentou ontem o Diagnóstico que servirá de base para a Carta Social Municipal de Viana do Castelo e para o Plano de Desenvolvimento Social que estão a ser elaborados. A sessão contou com a presença de Edmundo Marinho, Presidente do Instituto da Segurança Social, que valorizou o trabalho efectuado e considerou o trabalho que está a ser desenvolvido em Viana do Castelo será referência nacional.

O Diagnóstico, um documento estratégico que irá alimentar a Carta Social Municipal e o Plano de Desenvolvimento Social, tem a colaboração estreita das Comissões Sociais de Freguesia e das Comissões Sociais Inter-Freguesias e reflecte a realidade concelhia, já que foi efectuado em articulação com instrumentos de planeamento e foram efectuados workshops junto das Comissões, que integram as instituições do concelho.

Do documento ressalta o facto extremamente positivo de, no concelho, existirem 33 das 59 valências a nível nacional e serem mais de seis mil as vagas existentes nos equipamentos sociais. Esta diversificação de valências registada no Diagnóstico implica ainda cerca de 1200 postos de trabalho directos no concelho, sendo agora necessário encontrar soluções para respostas direccionadas para minorias como a população estrangeira residente ou emigrante e ainda cidadãos com deficiência.

O documento faz também uma projecção demográfica, que aponta para uma diminuição de cerca de oito por cento de população jovem, nomeadamente nas CSIF’s das Montanhas, e revela que existe concentração de equipamentos e valências na área urbana do concelho, pelo que futuras valências passará por uma nova estratégia a definir na Carta Social.

A propósito deste trabalho, Edmundo Martinho considerou, no seu discurso de encerramento da sessão, que a panorâmica retrospectiva da evolução da Rede Social de Viana do Castelo nos últimos anos poderá ser fundamental para um futuro ordenamento e classificou o trabalho desenvolvido, com forte carácter participativo, como um bom exemplo a ser seguido como referência e exemplo a nível nacional.

 

A Carta Social

Recorde-se que a Câmara Municipal está a elaborar a Carta Social, um documento que pretende efectuar uma análise dos equipamentos existentes, bem como perspectivar uma justa e adequada distribuição dos mesmos num horizonte temporal de dez anos. Este documento fica a dever-se à crescente necessidade da Rede Social no que toca a planeamento de forma a assegurar uma cobertura equitativa de adequada do concelho por serviços e equipamentos sociais e insere-se numa lógica de crescente descentralização das políticas sociais para a administração local no que diz respeito ao planeamento, organização, gestão da rede de equipamentos e das suas valências.

Em Viana do Castelo, existem 44 instituições de solidariedade social com estes equipamentos mas a Câmara Municipal e a Rede Social detectaram carências, pelo que se pretende priorizar o investimento público, de forma a suprir estas necessidades. A intenção é analisar a viabilidade de formação de projectos de eficiência colectiva para encontrar respostas que visem a sustentabilidade energética dos espaços.

Viana do Castelo, 21 de Setembro de 2010