Página Inicial > Notícias > Alunos regressaram...da escola

Alunos regressaram hoje à EB 2/3 Frei Bartolomeu dos Mártires depois de concluída 1ª fase da requalificação da escola

03 Janeiro 2019

Os alunos regressaram hoje à Escola EB 2/3 Frei Bartolomeu dos Mártires, depois de concluída a 1ª fase da requalificação do equipamento escolar, correspondendo a cerca de setenta por cento do total da empreitada. A segunda fase da empreitada, que começou hoje, deverá estar pronta até ao Verão, sendo que tudo estará concluído a tempo do próximo ano letivo.


A segunda fase da obra do equipamento escolar implica a modernização de pavilhões, a requalificação do gimnodesportivo e arranjos exteriores. A nova escola, que corresponde a um investimento da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do Ministério da Educação, deverá entrar em pleno funcionamento no próximo ano letivo. Continua, no entanto, a haver limitação de utilização do espaço escolar, devido à execução das obras da 2ª fase da empreitada.


A obra, no valor global de 5.3 milhões de euros financiados pelo Norte 2020, foi alvo de um acordo de colaboração entre a autarquia e a tutela para a modernização das instalações da escola, garantindo o financiamento nacional para avançar com a qualificação do equipamento de ensino.


O projeto implica a criação de um edifício principal e também a requalificação do piso nos campos de jogos, a requalificação dos espaços existentes, dois edifícios que serão mantidos e qualificados e um pavilhão desportivo e edifício técnico. Estão previstas 28 salas de aula, sendo 19 salas normais, um gabinete de educação especial, uma sala de música, uma sala de informática, um laboratório de ciências, um laboratório de física e química, uma sala de EV e duas de EV/ET.


De salientar é também a criação de um novo arruamento para permitir a segurança dos alunos e a criação de salas de aula e salas especiais para alunos com necessidades especiais. Uma biblioteca, um bar, um refeitório e cozinha, arrecadações, instalações sanitárias, secretaria, gabinete médico, entre outras, são também acauteladas no projeto. No exterior está também prevista, para além da nova via que permite a segurança aos alunos, a execução de estacionamento.

A nova entrada principal da escola recebeu já um painel da artista vianense Paula Branco Pereira. O projeto “Trajetórias de um Frei: simbolismos e micronarrativas” implicou a execução de um painel de 5,22 metros quadrados em azulejo português, pintado à mão, em ladrilho cerâmico. No total, o painel que foi colocado na entrada principal do novo edifício do equipamento escolar conta com 232 azulejos.


O painel foi criado a partir do conceito de vida e das trajetórias do Frei, sendo possível estabelecer relações dessas representações simbólicas com a contemporaneidade. A composição visual a cores tem um formato panorâmico, marcada pela existência de uma divisão horizontal através de uma corda, que simboliza a comunicação entre o céu, o mar e a terra. A ligação aos sinais culturais de Portugal também está presente na peça da artista plástica, partindo de ícones típicos de Viana do Castelo, como o coração de filigrana, até mitologias relacionadas com a natureza e o mar.


A figura do Frei, devidamente identificada pela indumentária, domina a parte central da composição, destacando-se os braços abertos e as grandes mãos que seguram e abrem um livro, considerado fonte de saber de conhecimento.