Página Inicial > Notícias > Acordo de...turístico

Acordo de geminação com o Rio de Janeiro quer aprofundar sector turístico

17 Agosto 2018

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, e a vereadora da Prefeitura do Rio de Janeiro assinaram ontem o acordo de geminação com o Rio de Janeiro que aposta em intercâmbios em diversos sectores, designadamente no turismo. Para José Maria Costa, que considera a geminação como “diplomacia entre cidades irmãs”, é necessário um aprofundamento do sector turístico, identificando formas de cooperação para que “os cariocas visitem Viana do Castelo”.

O acordo de geminação, que também foi assinado em igual cerimónia no Rio de Janeiro em março, nasceu da vontade de várias instituições para que haja uma relação direta entre as das cidades. Esta “representação social no país irmão”, como classificou o autarca, permitirá relacionamentos culturais, económicos e a construção de uma relação mais forte entre cidades e instituições.

O acordo de geminação assinado com a vereadora da Prefeitura do Rio de Janeiro tem em conta os laços de amizade existentes entre as duas cidades e, de forma a ampliar estes laços, as duas cidades decidiram geminar-se para promover programas e projetos de intercâmbio cultural, artístico, musical, desportivo e turístico com vista a desenvolver o conhecimento recíproco das suas atividades que aproximarão os cidadãos.


Teresa Bergher, vereadora da Prefeitura do Rio de Janeiro, o encontro em Viana do Castelo acontece numa “fase excecional no turismo” do concelho, que “tem tudo para que haja uma aproximação entre Viana do Castelo e a cidade maravilhosa”.

De recordar que Viana do Castelo tem, neste momento, geminações e relações de cooperação com Cabedelo (Paraíba, Brasil), Igarassu (Pernambuco, Brasil), Hendaye (França), Porto Seguro (Brasil), Itajaí (Brasil), Lugo (Espanha), Lancaster (Reino Unido), Ziguinchor (Senegal), Cacheu (Guiné-Bissau), Riom (França), Aveiro (Portugal), Matola (Moçambique), Alagoas (Brasil), Viana Maranhão (Brasil) e com a Associação de Municípios da Ilha de Santo Antão (Cabo Verde) e Pessac (França).