Página Inicial > Notícias > 12ª edição...estudantes

12ª edição do Prémio Escolar António Manuel Couto Viana distingue talento de 13 estudantes

25 Junho 2022

Foram hoje entregues os prémios aos 13 estudantes vencedores da 12ª edição do Prémio Escolar António Manuel Couto Viana, concurso que foi criado para homenagear a personalidade vianense que foi autor de literatura infantil, poeta, ensaísta, tradutor e dramaturgo.


Numa cerimónia que aconteceu na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo e que contou com a presença do Vice-presidente e Vereador da Educação da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Manuel Vitorino, do Júri e de representantes dos diversos agrupamentos escolares e ensino privado do concelho, foram entregues os diplomas aos vencedores desta edição. Recorde-se que este prémio tem por finalidade dar a conhecer a obra literária de Couto Viana e premiar produções literárias e artísticas da população infantojuvenil da comunidade escolar vianense sob as modalidades de Conto, Ensaio, Ilustração e Poesia.


Manuel Vitorino considerou que a “alegria imensa” proporcionada pela entrega destes prémios irá marcar os jovens estudantes para o resto da vida e servirá de incentivo. “Desta sessão tiramos sinais muito positivos, sinais da criatividade, da capacidade de escrita e de redação, do entusiasmo e do olhar que já notei em alguns do gosto quase compulsivo pela escrita. Isso é um sinal muito animador para o futuro não só das crianças, mas também do próprio sistema de ensino”, declarou o vice-presidente.


“Numa altura em que diariamente os operadores que vemos no espaço mediático dizem que a escola pública e até a privada não prepara os alunos para a vida e para as empresas, num discurso catastrofista, o que aqui verificamos é exatamente o contrário. Verificamos que temos excelentes alunos, temos excelentes escolas e temos tudo isso graças a professores e professoras de excelência que são a alavanca de sucesso de tudo isto. Senti e sinto o olhar embevecido dos professores que acompanham o sucesso e os prémios dos nossos alunos. Essa é a maior garantia do sucesso da nossa ação educativa. Naturalmente que o Município, através dos Serviços Educativos da Biblioteca Municipal, dos museus, do CMIA e de outros, é uma ferramenta poderosa para ajudar o trabalho dos professores. Nesse sentido, somos todos elementos auxiliadores do sucesso dos nossos jovens, conjuntamente com os pais, mães, irmãos, avós, família em geral”, reforçou Manuel Vitorino.


De acordo com o Diretor da Biblioteca Municipal, Rui Viana, na presente edição foram apresentados à fase final do concurso 54 trabalhos dos alunos das escolas do concelho, públicas e privadas, e o júri deliberou premiar um total de 13 trabalhos, distribuídos pelas várias modalidade e anos de escolaridade.


Assim, na modalidade de CONTO (tema livre), o prémio foi atribuído aos seguintes concorrentes: Olavo Martins Gonçalves, do 1.º Ciclo do Ensino Básico, com o Conto intitulado “Aventura Negra”; Tiago de Castro Carvalho, 2.º Ciclo do Ensino Básico, com o Conto intitulado: “A Fábrica dos Afetos”; Mercedes Figueira Botão de Noronha Rego, 3.º Ciclo do Ensino Básico, com o conto “Alma”; Mafalda Reis Sendim Rodrigues, do Ensino Secundário, com o conto “Dali espera-se tudo”.


Na modalidade de POESIA (tema livre), o prémio foi atribuído aos seguintes concorrentes: Lourenço Dantas Silva, 1.º Ciclo do Ensino Básico, com a poesia “Poema de Paz”; Maria Beatriz Gonçalves de Castro, do 2.º Ciclo do Ensino Básico, com “O Azul”; Guilherme Pinto Correia, 3.º Ciclo do Ensino Básico, com a poesia “Sentimento”; e Maria Inês Simões de Oliveira, Ensino Secundário, com “Pressa de correr”.


Na modalidade de ENSAIO, o prémio foi atribuído aos trabalhos realizados a partir da obra de António Manuel Couto Viana, de acordo com os seguintes níveis de escolaridade: Maria Filipe da Ponte Guedes, Ensino Secundário, com “Ensaio sobre «Memorial do Guerreiro» de Estádio Estacionário de A. M. Couto Viana - «Memorial do Guereiro» - Camões e Pessoa na poética de Couto Viana”.


Na modalidade de ILUSTRAÇÃO, o prémio foi atribuído aos trabalhos realizados a partir da obra de António Manuel Couto Viana, de acordo com os seguintes níveis de escolaridade: Nataliia Kuvshynova, 1.º Ciclo do Ensino Básico, com a ilustração a partir do poema “Para cada um seu modo de ver” do livro Versos de Cacaracá; Bruna Martins Lourenço, 2.º Ciclo do Ensino Básico, com uma ilustração a partir do poema "Lenda de Viana” do livro Lendas do Vale do Lima; Helena Feio Garcia, 3.º Ciclo do Ensino Básico, com ilustração a partir da "Lenda da Pieira de Lobos" do livro Lendas do Vale do Lima; e João Festa da Cruz, Ensino Secundário, com a ilustração a partir do livro Meias de seda vermelha e sapatos de verniz com fivelas de prata e outros contos.


O Prémio Escolar António Manuel Couto Viana é um concurso organizado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, através da Biblioteca Municipal, em parceria com as Bibliotecas Escolares dos estabelecimentos de ensino público e privado do concelho, que prevê duas fases distintas, uma que decorre nas escolas, com a seleção do melhor trabalho, e outra, a concorrer à fase final, na Biblioteca Municipal, onde são apurados, de acordo com o Regulamento, os melhores trabalhos por um júri idóneo.


Com esta iniciativa, que conta com o apoio da Editora OPERA OMNIA, a Câmara Municipal através da sua Biblioteca, procura responder ao apelo do Manifesto da IFLA/UNESCO sobre Bibliotecas Públicas 1994 que defende a biblioteca pública como “porta de acesso local ao conhecimento - fornece as condições básicas para a aprendizagem ao longo da vida, para uma tomada de decisão independente e para o desenvolvimento cultural do indivíduo e dos grupos sociais”.